Pais de alunos de escolas privadas começam semana pós-feriado com cefaleia.

Foto: Reprodução/ Internet

Foto: Reprodução/ Internet

Na próxima segunda-feira (11), cerca de 2 mil professores de 40 escolas particulares em Minas devem entrar em greve.

Foto: Reprodução/ Internet

O sindicato dos professores (Sinpro) afirma a paralisação, enquanto o Sinepe-MG contesta o número como "exagero"

Foto: Reprodução/ Internet

Pais, como o analista Rodrigo Tavares, colaboram com a greve, demostrando os transtornos, mas valorizando os direitos dos educadores.

Foto: Reprodução/ Internet

Uma petição em apoio aos professores circula, pedindo agilidade na negociação e a manutenção de seus direitos.

Foto: Reprodução/ Internet

Uma nova assembleia está marcada para segunda-feira (11) para avaliar a proposta patronal após meses de negociação.

Foto: Reprodução/ Internet

Os pontos de contenda incluem adicional por tempo de serviço, isonomia salarial e férias coletivas.

Foto: Reprodução/ Internet

O sindicato das escolas particulares assegura que a maioria continua funcionando, minimizando o impacto da greve.

Criação:  Aléxia Silveira Imagens:  Divulgação