Entendendo o pico glicêmico: indicações visíveis e métodos para reduzir seu impacto.

Foto: Reprodução/ Internet

O pico glicêmico ocorre após ingerir carboidratos simples, elevando rapidamente os níveis de glicose no sangue.

Foto: Reprodução/ Internet

A digestão transforma carboidratos em glicose, nutrindo as células e alterando os níveis de glicose ao longo do dia.

Foto: Reprodução/ Internet

Carboidratos simples causam picos glicêmicos, enquanto os complexos, ricos em fibras, evitam elevações bruscas.

Foto: Reprodução/ Internet

Carboidratos simples levam a um aumento rápido e queda rápida da glicose, resultando em picos glicêmicos.

Foto: Reprodução/ Internet

Sintomas de pico glicêmico incluem sede intensa, sonolência, tontura, fadiga, náusea, coceira e taquicardia.

Foto: Reprodução/ Internet

Prevenir picos glicêmicos envolve dieta equilibrada, atividade física constante e preferência por carboidratos complexos e fibras.

Foto: Reprodução/ Internet

Foto: Reprodução/ Internet

Controlar porções e escolher alimentos de baixo índice glicêmico também ajudam a manter níveis estáveis de açúcar no sangue.

Criação:  Cauã Sena Imagens:  Divulgação