Cientistas confirmam o 6º caso de remissão de HIV com o "Paciente de Genebra".

Foto: Reprodução/ Internet

Foto: Reprodução/ Internet

Cientistas descobriram o 6º caso de remissão de HIV em seres humanos, conhecido como "Paciente de Genebra".

Foto: Reprodução/ Internet

O paciente é a sexta pessoa do mundo a possivelmente ser curada da doença após receber um transplante de células-tronco para tratar o câncer.

Foto: Reprodução/ Internet

Diferentemente dos casos anteriores, o doador deste homem não tinha a rara resistência genética ao HIV, tornando este um caso único de remissão após o transplante de medula óssea.

Foto: Reprodução/ Internet

O tratamento antirretroviral do paciente foi suspenso permanentemente em 2021, e o vírus continua indetectável em seu corpo após anos depois.

Foto: Reprodução/ Internet

Os cientistas não descartam que o vírus ainda persista, mas consideram que se trata de uma nova forma de remissão da infecção pelo HIV.

Foto: Reprodução/ Internet

A possibilidade de remissão a longo prazo aumenta a esperança de que a infecção pelo HIV possa ser curada no futuro.

Foto: Reprodução/ Internet

O caso encorajou os pesquisadores a continuar estudando células imunes inatas, buscando novos caminhos de pesquisa e o papel dos tratamentos imunossupressores.

Criação:  Aléxia Silveira Imagens:  Divulgação