Alzheimer longe: musculação na jogada!

Foto: Reprodução/ Internet

A prática de exercícios, como a musculação, pode atrasar sintomas do Alzheimer.

Foto: Reprodução/ Internet

Pesquisa da Unifesp e USP mostra benefícios terapêuticos e acessibilidade dos exercícios.

Foto: Reprodução/ Internet

Musculação é crucial para aumento de massa muscular, força e densidade óssea.

Foto: Reprodução/ Internet

Recomendação da OMS destaca o exercício resistido para equilíbrio e prevenção de quedas.

Foto: Reprodução/ Internet

Pesquisadores confirmam eficácia do exercício resistido na prevenção do Alzheimer esporádico.

Foto: Reprodução/ Internet

Professora Beatriz Monteiro Longo destaca a relação entre musculação e retardamento dos sintomas.

Foto: Reprodução/ Internet

Foto: Reprodução/ Internet

Experimentos em camundongos transgênicos revelam efeitos neuroprotetores da musculação contra o Alzheimer.

Criação:  Aléxia Silveira Imagens:  Divulgação