A inclusão dessa fruta pode diminuir o risco de demência

Foto: Reprodução/ Internet

Uma pesquisa recente da Universidade de Cincinnati sugere que a ingestão diária de morangos pode diminuir o risco de demência, especialmente em pessoas na meia-idade.

Foto: Reprodução/ Internet

Os resultados destacam o potencial dos morangos na promoção da saúde cognitiva.

Foto: Reprodução/ Internet

O estudo focou em participantes com excesso de peso e queixas de comprometimento cognitivo leve.

Foto: Reprodução/ Internet

Metade do grupo se absteve de frutas, enquanto o segundo incorporou uma xícara de morangos diariamente.

Foto: Reprodução/ Internet

Aqueles que comeram morangos mostraram um desempenho significativamente melhor em testes de memória após 12 semanas.

Foto: Reprodução/ Internet

Essa descoberta sugere uma possível conexão entre morangos e preservação da função cognitiva.

Foto: Reprodução/ Internet

Os resultados oferecem insights valiosos sobre como a inclusão de morangos na alimentação pode influenciar positivamente a saúde cerebral.

Foto: Reprodução/ Internet

Criação:  Isabel Santos Imagens:  Divulgação