28 de maio de 2022
Destaque • atualizado em 21/01/2022 às 10:29

Vilmar Mariano troca MDB por Podemos e diz que partido vai para a oposição em Goiás

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano anunciou nesta quinta-feira (20/01) sua desfiliação do MDB e a ida para o Podemos. Ele disse que irá assumir o comando temporário da legenda em Goiás e ressaltou que o partido se posicionará à oposição do governo Ronaldo Caiado (DEM). Há pouco tempo, conduzido pelo deputado federal José Nelto, a agremiação política fazia sustentação ao governo estadual.

A ida de Mariano ao Podemos alimenta as especulações em torno da filiação do prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha, ao partido. Mendanha está sem legenda desde o ano passado e colocou fevereiro deste ano como prazo para a definição do seu futuro. Vilmar, garantiu inclusive, que o Podemos irá caminhar junto com Mendanha em seu projeto de disputar o Governo de Goiás em outubro.

“Com a mudança, o partido sai da base do atual governo. Com diálogo e responsabilidade vamos construir uma chapa competitiva para deputado federal, deputado estadual e apoiar o projeto de pré-candidatura do prefeito @gustavommendanha para governador de Goiás”, escreveu.

Continua após a publicidade

Mariano destaca que pretende dialogar e fazer uma boa política no comando temporário do partido em Goiás. “A presidente nacional do Podemos, Renata Abreu, e ao secretário nacional da sigla, Felipe Cortez, manifesto minha disposição de dialogar e fomentar a boa política, ao mesmo tempo em que faço o compromisso de defender o bem-estar do povo goiano com muito equilíbrio e responsabilidade”, pontuou.

A ida do vice-prefeito de Aparecida para o Podemos coloca combustível em torno da filiação de Gustavo Mendanha ao partido. Sem legenda desde o ano passado, quando saiu do MDB, Mendanha estava a um pé do PL, mas a filiação de Bolsonaro acabou minando as possibilidades já que seu nome não é bem visto por “bolsonaristas raízes” como o deputado federal Major Vitor Hugo, que vislumbra se candidatar ao governo de Goiás. O Podemos acabou se tornando uma possibilidade.

Leia mais sobre:
Destaque Política