12 de junho de 2024
Aparecida de Goiânia

Vilmar Mariano pede para que Professor Alcídes permaneça como deputado federal e “fique em Brasília”

Deputado Federal anuncia investimento de mais de R$ 1 milhão para reforma da praça frente à igreja que é símbolo histórico e cultural do município
O prefeito de Aparecida, Vilmar Mariano, entregou neste domingo (2) à comunidade a restauração do Santuário Nossa Senhora Aparecida. (Foto: Reprodução/Redes Sociais).
O prefeito de Aparecida, Vilmar Mariano, entregou neste domingo (2) à comunidade a restauração do Santuário Nossa Senhora Aparecida. (Foto: Reprodução/Redes Sociais).

Neste último domingo (2), o prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano (UB) durante cerimônia de entrega da restauração do Santuário Nossa Senhora Aparecida, afirmou que precisa que o deputado federal Alcides Ribeiro (PL), fique em Brasília continuando representando a cidade de Aparecida de Goiânia como deputado federal. Ambos são pré-candidatos na disputa pela prefeitura do município nas eleições de 2024.

“Foi para isso que votamos no senhor há dois anos atrás e tenho certeza que o senhor vai continuar lá”, disse Mariano, que agradeceu o deputado pelo investimento de mais de R$ 1 milhão para reforma da praça frente à igreja que é símbolo histórico e cultural do município. “Atrás dessas portas e paredes está cravada a história de Aparecida de Goiânia. Mais uma página dessa história está sendo escrita com a restauração do Santuário Nossa Senhora Aparecida”, disse Vilmar.

Participaram ainda do evento os vereadores Camila Rosa (União Brasil), Domingos Rodrigues (PL), Arnaldo Leite (MDB), Roberto Chaveiro (Progressistas), Marcelo da Saúde (PSDB), Gleison Flávio (PL), Leandro da Pamonharia (PL) e Getúlio Andrade (PL); o deputado federal Jeferson Rodrigues (Republicanos), além do ex-prefeito Ademir Menezes, o ex-deputado federal João Campos e o secretário de Cultura, Marcos Alcântara.

Investimentos em Aparecida

As obras de restauração do Santuário – que completou 102 anos de fundação no último dia 11 de maio, data do aniversário de Aparecida – duraram um ano e meio. O restauro foi projetado pela Tramela Arquitetura e executado pela Marsou Engenharia. Na obra foi aplicado investimento de R$ 3 milhões, entre recursos da Prefeitura de Aparecida e do Governo Federal.

Foram R$ 1,7 milhão de recurso próprio da Prefeitura de Aparecida e R$ 1,3 milhão proveniente do Governo Federal, por meio de emendas parlamentares do deputado federal Professor Alcides (PL) e do então deputado federal Francisco Jr., atual presidente da Codego (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás).

Abrangendo melhorias na parte elétrica, hidráulica, estrutural e de conservação do monumento, o projeto de restauração das características físicas e patrimoniais da igreja teve aprovação e fiscalização do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em Goiás. Foi implantado ainda sistema de drenagem para evitar infiltrações, além de sistemas de proteção contra descargas atmosféricas, de combate a incêndio e de segurança.

Principais características do Santuário

Com capacidade para 300 pessoas sentadas, o Santuário Nossa Senhora Aparecida possuí detalhes em branco e azul e sua estrutura colonial erguida pelo carpinteiro João Batista de Toledo. A construção do monumento teve início no ano de 1922 e a primeira missa presidida em seu interior aconteceu em 1924. Em frente à igreja ainda está preservada a cruz de aroeira cravada pelos seus fundadores. A cruz também foi restaurada.

Reconhecida como Monumento Histórico e Cultural pela Lei nº 564, de 16 de dezembro de 1985, a igreja colonial conta com uma estrutura de alvenaria de tijolo maciço-adobe e elementos em madeira-aroeira, incluindo o piso. Suas características arquitetônicas não apenas narram o passado, mas proporcionam uma apreciação às origens do município, revelando a devoção e a arte que moldaram a cidade ao longo do tempo.


Leia mais sobre: / / / Aparecida de Goiânia / Cidades

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019