25 de junho de 2022
Extraterrestres

Vida além terra? Relatos de OVNIs divulgados por Pentágono se torna pauta do Congresso nos EUA

No último ano um relatório que apontou mais de 140 casos de fenômenos aéreos suspeitos em céus da América do Norte foi divulgado para o mundo
OVNIS são objetos voadores não identificados. (Foto: reprodução)
OVNIS são objetos voadores não identificados. (Foto: reprodução)

O Congresso dos Estados Unidos da América realizou na última terça-feira (17), uma audiência pública para falar sobre o relatório divulgado pelo Pentágono em 2021 que apresentava 144 imagens de objetos voadores não identificados (OVNIs) no território espacial do país norte-americano. Na reunião, transmitida ao vivo, autoridades afirmaram que estão “comprometidos” em determinar as origens de objetos, pois eles representam “riscos potenciais”.

Na audiência, Ronald Moultrie, subsecretário de Defesa dos EUA na ala de inteligência e segurança, foi a pessoa a dizer que os também chamdos de UAPs (fenômenos aéreos não identificados) representam “riscos potenciais”. “Sabemos que nossos militares encontraram fenômenos aéreos não identificados e, como os UAPs representam riscos potenciais de segurança de voo e segurança geral, estamos comprometidos com um esforço concentrado para determinar suas origens”, afirmou.

Scott Bray, vice-diretor de inteligência naval, também falou no evento e confirmou que desde o início dos anos 2000 o número de aeronaves ou objetos não autorizados e/ou não identificados é crescente nas áreas de treinamento militar e em outros locais dos EUA. Os registros, já divulgados amplamente pelo mundo nos últimos anos, são reportados a partir de pilotos, câmeras e sensores instalados nos equipamentos militares.

Continua após a publicidade

O mais assustador, é que dos objetos identificado, 18 foram considerados de “padrões incomuns de movimento ou de características de voo”. Por isso, as autoridades resolveram analisar e promover a audiência, analisando com muita ênfase o assunto, que envolve totalmente a segurança do país e, de certa forma, do mundo.

Apesar de tudo, o principal medo das equipes militares não é de que os Ovnis sejam de outros planetas, mas sim de que se tratem de algum equipamento militar espião de outro país.

Ainda segundo o relatório das autoridades americanas e do que foi repassado na audiência, há cinco explicações possíveis para os fenômenos: objetos dispersos no ar, como pássaros e balões metereológicos; fenômenos atmosféricos naturais, como cristais de gelo, vapor e flutuações térmicas; tecnologias em desenvolvimento, que inclui sistemas secretos do governo ou empresas americanas; ou sistemas estrangeiros adversários, como tecnologias. Por fim, há sim, a possibilidade de que estes objetos se tratem de fenômenos ainda sem conhecimento dos humanos.

Continua após a publicidade

Leia mais sobre:
Mundo