30 de maio de 2024
Remarcada

Viagem de Lula à China é remarcada para o dia 11 de abril

A viagem deveria ter acontecido no último sábado (25), mas precisou ser adiada após o presidente ser diagnosticado com pneumonia
Presidente viaja dia 11 para China. (Foto: Divulgação)
Presidente viaja dia 11 para China. (Foto: Divulgação)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT$, remarcou para o próximo dia 11 de abril sua viagem à China. A informação foi confirmada pela Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom), na manhã desta sexta-feira (31).

Vale lembrar que a viagem deveria ter acontecido no último sábado (25), mas precisou ser adiada após o presidente ser diagnosticado com pneumonia. Por recomendação médica, Lula cancelou a viagem para melhor recuperação.

O presidente irá viajar à China, principal parceiro comercial do Brasil, para a maior visita de Estado do início deste terceiro mandato. Os países irão assinar um compromisso para combater a fome e a pobreza em comitiva que deve ter centenas de empresários, além de governadores, senadores, deputados e ministros.

A China hoje é o principal parceiro comercial do Brasil, somente no ano passado 27% de tudo o que foi exportado pelo país, teve como destino o mercado chinês.

O Itamaraty também afirmou que pretendia assinar pelo menos 20 acordos com os chineses durante a viagem.

Também estava no radar a reativação de um fundo de R$ 20 bilhões que foi criado em 2015, mas estava parado por questões burocráticas. Uma aliança global contra a fome, nos moldes da aliança da China com a África, seria outro ponto focal da viagem.

No âmbito geopolítico, Lula queria falar com o presidente chinês Xi Jinping sobre o seu acordo de paz para encerrar a guerra entre Rússia e Ucrânia.


Leia mais sobre: / / Política

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.