23 de abril de 2024
Goiânia • atualizado em 24/10/2021 às 09:11

Viagem ao Canadá vai além de estudos sobre arborização, justifica Amma

Sede da Amma, em Goiânia. (Foto: Reprodução/Amma)
Sede da Amma, em Goiânia. (Foto: Reprodução/Amma)

A viagem programada da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) ao Canadá em dezembro não vai se limitar à análise de planos de arborização. Segundo a Amma, o intercâmbio servirá para conhecer diversos programas ambientais em prática no país norte-americano. Estarão em discussão temas como clima, qualidade do ar, reciclagem e cidades sustentáveis.

Ao DG, o superintendente de gestão ambiental e licenciamento, Ormando Pires, destacou que a Amma é responsável não só pela gestão das áreas verdes de Goiânia. “Nós temos setor de licenciamento. Somos responsáveis pela fauna, pelas políticas públicas de educação ambiental”, pontua.

Por isso, para Pires, a viagem do presidente Luan Alves ao Canadá é oportuna. “O que se busca é troca de conhecimento. O que for positivo, obviamente será aproveitado em Goiânia. O Canadá é referência em reciclagem, cidades sustentáveis, na própria arborização, entre outras questões ligadas ao meio ambiente”, justifica.

Amma rebate críticas

A Amma foi alvo de críticas de entidades e pesquisadores que atuam com o Cerrado. Alega-se que a viagem seria dispendiosa e pouco agregaria, uma vez que a vegetação canadense nada tem a ver com a flora goianiense. O superintendente pontua que a agência jamais recusou trabalhos ao lado de associações que estudam o Cerrado.

“Temos várias entidades que trabalham conosco com nosso bioma Cerrado. As portas da Amma sempre estiveram abertas. Temos interesse e buscamos parcerias”, ressalta. Ele pontua que a própria Universidade Federal de Goiás (UFG) tem instalações de estudo em parques da capital.

Para Pires, o intercâmbio no Canadá permitirá à Amma absorver novas ideias e trazê-las à cidade. “Uma ideia precisa ser adaptada e trazer a particularidade de onde será inserida. Pessoas com conhecimento participarão dessa troca de ideias. Estamos com um otimismo muito grande”, argumento. “O que a gente puder trazer de melhoria, óbvio que será buscado”, completa.

Ida ao Canadá será em dezembro

O presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma), Luan Alves, deve ir a Vancouver, no Canadá, estudar o modelo de arborização da cidade. Um chamamento para contratação de uma agência de viagens foi publicado no Diário Oficial da última quarta-feira (20). A informação foi publicada primeiro pelo jornal O Popular.

Segundo a Amma, a administração municipal vai custear a viagem por se tratar de uma agenda institucional. No Canadá, Alves vai visitar instituições e órgãos de meio ambiente responsáveis pelo urbanismo e arborização de Vancouver.

O chamamento prevê a viagem para o mês de dezembro. O custo ainda é indefinido. Conforme a Amma, os valores só serão conhecidos depois que for feita a análise das propostas das agências. A empresa deve oferecer passagens aéreas e terrestres, hospedagem, transfer e traslado ou locação de veículos, além de seguro viagem.


Leia mais sobre: / / Destaque / Goiânia

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .