13 de julho de 2024
Política

Vereadores de Araguapaz são presos após denúncia de corrupção e troca de favores

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Seis vereadores e secretários de Araguapaz foram presos na manhã desta terça-feira (17/09) em operação da Polícia Civil de Goiás. Eles são suspeitos de corrupção, troca de favores e recebimento de propina na Câmara Municipal.

Cerca de 60 policiais participaram da operação “Tractamus”. Foram detidos os vereadores Egnaldo José de Carvalho, Pedro da Silva Souza, Frederico Antônio Monteiro, Derci Francisco Cardoso e Fábio Divino Cardoso. O ex-prefeito José Segundo Rezende Júnior também foi alvo de mandado de prisão. O secretário municipal de Obras Paulo Sérgio Ferreira Nunes também foi preso. 

De acordo com as investigações, havia um esquema criminoso para que a ex-prefeita Márcia Bernardino – esposa de José Segundo -, não tivesse o mandato cassado. “Dois processos de cassação abertos no último ano foram suspensos após o ex-marido da então prefeita negociar pagamento ilícito com os vereadores”, explica delegado Webert Leonardo Lopes da Silva. O esquema só acabou porque o processo de impeachment de Márcia foi aprovado no mês passado. Um novo inquérito será aberto para apurar os valores pagos pelo esquema.

Além das prisões, mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas casas dos investigados e também na Câmara. A Polícia Civil informou que o total de mandados cumpridos será revelado somente em momento oportuno. 

No entanto, a corporação destacou que o objetivo é apurar delitos de associação criminosa, corrupção ativa e passiva e falsidade ideológica. Os presos serão levados para Goiânia, onde a investigação terá curso sob condução do delegado Webert Leonardo.

(Atualizado às 23h49 para incluir os nomes dos vereadores)

{nomultithumb}


Leia mais sobre: / / / / Política