18 de julho de 2024
Assistência Social • atualizado em 18/06/2024 às 17:43

Vereadora Kátia realiza debate sobre atendimento às pessoas em situação de rua de Goiânia

Reunião é também o embrião de um projeto intitulado de “Pop Rua Cidadã”, que pretende melhorar o acolhimento de pessoas em situação de rua
Vereadora afirma que houve um aumento significativo no número de moradores de rua na capital. (Foto: Divulgação).
Vereadora afirma que houve um aumento significativo no número de moradores de rua na capital. (Foto: Divulgação).

Nesta terça-feira (18), a vereadora Kátia Maria (PT) realizou uma reunião para debater os atendimentos e a assistência pública para pessoas em situação de rua de Goiânia. A reunião contou com professores da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da PUC-GO e de servidores dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), da Casa de Acolhida Cidadã e do Centro POP de Goiânia.

A vereadora que preside a Comissão de Saúde e Assistência Social de Goiânia, afirma que houve um aumento significativo no número de moradores de rua na capital e uma deficiência no atendimento e acolhimento a essas pessoas. “É perceptível que teve um crescimento bastante significativo e uma inoperância da Prefeitura em apresentar o plano municipal para as políticas públicas das pessoas em situação de rua”, afirma.

Segundo a parlamentar, o plano foi determinado como uma obrigatoriedade pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e Goiânia ainda não apresentou. Além da Prefeitura ainda não ter apresentado o Plano Municipal de Políticas para a População em Situação de Rua, servidores das unidades de atendimento e acolhimento a esses cidadãos denunciam a falta de recursos e vagas, más condições de trabalho e infraestrutura precária das unidades para um atendimento adequado.

“A demanda por esses centros é muito maior do que o ofertado pela Prefeitura. Muitas dessas pessoas estão nas ruas porque não encontram um lugar que possa os acolher com qualidade”, enfatiza Kátia.

Pop Rua Cidadã

Para Kátia a reunião é também o embrião de um projeto que ela intitulou de “Pop Rua Cidadã” e que pretende melhorar as condições do atendimento, do acolhimento e da situação dessas pessoas. Além disso, a vereadora também já destinou R$ 800 mil de suas emendas parlamentares à UFG, PUC e aos CAPS.

“Sabemos que esses recursos não são suficientes, mas é uma ação concreta para tentarmos melhorar as condições dos centros de atendimento, das casas de acolhida e mesmo da formação de profissionais e de pesquisas sobre esses cidadãos em situação de rua”, explica.

O projeto POP Rua Cidadã irá envolver todas essas instituições e, de acordo com a vereadora Kátia, buscar soluções para melhorar tanto o acolhimento quanto a qualidade de vida desses cidadãos. “Queremos que as ruas de Goiânia também sejam cidadãs e que essas pessoas possam ter uma vida mais digna”, afirma.

“Hoje temos 20, 30 pessoas que dormem na porta do Centro POP. Moro ali perto e vejo essa situação todos as noites. Queremos, com esse projeto, mitigar esses problemas e dar mais dignidade a esses cidadãos”, conclui.

A parlamentar ressalta ainda que o projeto deverá pressionar a Prefeitura a tomar medidas mais concretas. “Assim como aconteceu com o Viva o Centro, que provocou a Prefeitura a criar o Centraliza, acredito que o POP Rua Cidadã irá despertar na gestão municipal ações para que possamos solucionar e melhorar a vida dessa população”, enfatiza.


Leia mais sobre: / / / Política

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019