29 de fevereiro de 2024
Investigação

Veja o que se sabe sobre suposto esquema de corrupção do governador de Alagoas, Paulo Dantas

Chefe do Executivo teria praticado crimes de corrupção, contratado funcionários fantasmas e desviado recursos púbicos do Estado, um dos que possui pior índice de desenvolvimento humano do Brasil
Polícia Federal apreendeu mais de R$ 100 mil reais na casa de Paulo Dantas. (Foto: reprodução)
Polícia Federal apreendeu mais de R$ 100 mil reais na casa de Paulo Dantas. (Foto: reprodução)

O governador de Alagoas, Paulo Dantas, candidato à reeleição pelo MDB, cumpria compromissos em São Paulo quando recebeu a visita da Polícia Federal (PF) em um hotel da zona sul da capital paulista, nesta terça-feira (11). O político, que teve apreendido 14 mil reais em espécie, além de seu celular, também foi intimado a prestar depoimento quando retornar ao estado de origem. Na casa do agora governador, a PF também apreendeu mais de R$ 100 mil.

Segundo investigações da PF, Dantas está sendo investigado por supostamente ter praticado crimes de corrupção desde quando era deputado estadual. O chefe do Executivo teria participado de um esquema na Assembleia Legislativa de Alagoas quando era membro da Casa e, na época, tinha funcionários fantasmas que supostamente faziam saques em dinheiro e repassavam a metade do salário para o parlamentar.

Ainda de acordo com as investigações, aproximadamente R$ 54 milhões foram desviados desde 2019. Além disso, até hoje Paulo Dantas estaria nomeando funcionários fantasmas e se beneficiando do esquema mesmo no cargo de governador de Alagoas, estado que está entre os piores no quesito índice de desenvolvimento humano.

Com isso, a pedido da PF, o Superior Tribunal de Justiça determinou o afastamento de Paulo Dantas por 180 dias. Ou seja, ele não poderá retomar o mandato, que acaba em dezembro e, quem assume, é seu vice, José Wanderley Neto, também do MDB.


Leia mais sobre: / / Política

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.