16 de julho de 2024
Eleições 2024 • atualizado em 25/06/2024 às 22:05

“Vários partidos vão zerar o processo”, diz presidenta do PT Goiás, Kátia Maria, sobre saída de Vilmar Mariano

Kátia também conta que a movimentação dá força para uma candidatura própria, visto que a aliança estabelecida não foi consolidada
Em Aparecida, PT formalizou o apoio a Vilmar Mariano em sua pré-candidatura. (Fotos: Reprodução Diário de Goiás/Divulgação).
Em Aparecida, PT formalizou o apoio a Vilmar Mariano em sua pré-candidatura. (Fotos: Reprodução Diário de Goiás/Divulgação).

A presidenta do PT Goiás e vereadora por Goiânia Kátia Maria, em entrevista a Altair Tavares, fez uma análise sobre a situação do partido em Aparecida de Goiânia após o anúncio da saída de Vilmar Mariano da disputa pelo Paço, que tinha apoio do PT em sua pré-candidatura. Segundo Kátia, muitos partidos “vão zerar o processo”, sendo necessário um novo diálogo para traçar estratégias diante do novo cenário político.

Vale lembrar que na última sexta-feira (21), o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB), retirou o apoio a Vilmar Mariano e anunciou Leandro Vilela como candidato da base em Aparecida. Segundo Kátia, o movimento feito pelo governador acabou mexendo no cenário da cidade, não apenas do PT. “Tenho sido procurada por outros partidos para que se possa dialogar pensando um caminho que seja bom para partidos que, de forma democrática, decidem qual o melhor caminho para que esse grupo possa trilhar na eleição de 2024”, afirmou.

A vereadora citou dois dos partidos que o PT possa vir declarar apoio, que são o PSB ou o MDB. “Temos um bom diálogo, porém não é automático. O candidato era um trocou o candidato, você começa a fazer todo o processo de diálogo novamente”, explicou.

Kátia também conta que a movimentação dá força para uma candidatura própria, visto que a aliança estabelecida não foi consolidada. “Temos que voltar a dialogar. Nós temos a reunião com a direção municipal do PT de Aparecida de Goiânia. O partido está na administração e nós buscaremos um diálogo interno. Nós já tínhamos um grupo que gostaria de candidatura própria e com essa movimentação vamos dialogar para decidir qual o melhor caminho para o PT nesse novo cenário”, concluiu.

Cenário em Goiânia

Na capital goiana, o diálogo com o PSB para o apoio à candidatura da pré-candidata Adriana Accorsi (PT) está bem avançado, segundo Kátia. “Temos mantido diálogo aqui nas direções municipais, também em Goiânia e em outros municípios do nosso estado. E acredito que dará certo, nós caminhamos aí para consolidar o PSB também na nossa aliança aqui com a Adriana, nossa pré-candidata a prefeita, para Goiânia”, finalizou.


Leia mais sobre: / / / Política

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019