25 de junho de 2022
Política

Vanderlan diz que possível desistência de Iris em disputa não muda estratégia do PSD

Vanderlan Cardoso avalia mudança no quadro eleitoral. Foto: Senado Federal.
Vanderlan Cardoso avalia mudança no quadro eleitoral. Foto: Senado Federal.

A possível desistência de Iris Rezende em não tentar reeleição para o mandato de prefeito, não mudará o quadro para o PSD, segundo avaliação do senador Vanderlan Cardoso. Ele afirmou que o planejamento continua o mesmo para o pré-candidato do partido, deputado federal Francisco Júnior. Vanderlan avalia que se o comunicado tivesse ocorrido antes e caso Maguito seja o nome do MDB, poderia se cogitar uma composição.

“O Iris não sendo candidato, o MDB terá candidato, e para a pré-candidatura do Francisco Júnior não muda, está tudo bem adiantado. Pra nós não vai mudar muita coisa. Se fosse definido antes da pré-candidatura do Francisco era mais fácil ter um diálogo numa composição, caso seja o Maguito o candidato”, relatou.

Vanderlan Cardoso destacou a reportagem do Diário de Goiás que qualquer composição na pré-candidatura de Francisco Júnior passa por um conjunto de líderes do partido. “Qualquer composição do PSD depende muito do Francisco, do Vilmar, passando pela gente, pelo presidente metropolitano Simeyzon, mas o que vejo é a pré-candidatura do Francisco bem firmada”, destacou.

Continua após a publicidade

O senador disse ainda que há um compromisso entre ele e Francisco Júnior e que não é cotada a possibilidade de uma substituição do nome, independente da mudança no quadro político.