13 de julho de 2024
Cidades

Vacinação contra a gripe supera meta em Goiânia

Goiânia imunizou até esta terça-feira (21), 87,28% do público-alvo dos grupos de risco definidos na Campanha contra a Influenza. O Ministério da Saúde (MS) estipulou a meta de 80%. Ao todo, 230.754 pessoas foram vacinadas desde o início da campanha, em 15 de abril. As crianças e gestantes são os grupos que atingiram menor cobertura, com 83,10% e 80,07%, respectivamente.

A chefe da Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Grécia Pessoni, afirma que, apesar da meta preconizada pelo MS, a campanha em Goiânia continua até 29 de maio com o objetivo de vacinar 100% das pessoas pertencentes aos grupos de risco – crianças de 6 meses a 2 anos, trabalhadores em saúde, idosos, gestantes, doentes crônicos e puérperas (que deram à luz em até 45 dias).

Grécia explica que muitas pessoas deixam de procurar os postos de vacinação devido a uma preocupação equivocada de que a vacina poderia causar a doença. “A vacina tem a função de imunizar as pessoas contra a doença, e não o contrário. Mesmo as pessoas que estão gripadas podem se vacinar, desde que não estejam em estado febril”.

A vacina contra Influenza é trivalente e imuniza contra H1N1 (gripe A), H3N2 e Influenza B. Neste ano, o município já registrou 28 casos suspeitos de gripe A e um caso foi confirmado.

Flúvia Amorim, diretora de Vigilância em Saúde da SMS, ressalta a importância da vacina para os grupos prioritários. “Os grupos selecionados são considerados de risco para desenvolver formas graves da doença, por isso é essencial que essas pessoas procurem um dos mais de 80 postos de vacinação pra se imunizar contra a doença”.


Leia mais sobre: / Cidades