24 de junho de 2024
Esportes

Um dia histórico para o Corinthians!

Nada nunca será fácil para o Corinthians. Acabaram-se as piadas, as chacotas, queriam uma Libertadores? O Sheik lhes deu de presente. Queriam o Mundial? São Cássio realizou seus milagres debaixo dos postes, enquanto isso Guerrero, o atacante que carrega o nome da sina corinthiana, venceu Peter Cech, David Luiz, e marcou o gol do título alvinegro que ficará marcado para sempre, campeão mundial interclubes.

 

Inegavelmente foi a final interclubes mais equilibrada da história da competição. O Chelsea necessitava do título para se reafirmar em uma temporada conturbada, assim, foram para cima dos paulistas e fizeram uma boa partida, valorizando ainda mais a vitória do Corinthians. Cássio fez cinco grandes defesas, três no primeiro tempo e duas no segundo, e no ataque Emerson, Jorge Henrique e, principalmente, Guerrero, fizeram uma partida taticamente perfeita, e tecnicamente em alto nível. Esses fatores deram ao Corinthians a possibilidade de enfrentar os ingleses de igual para igual.

Paulinho fez boa jogada do lado direito e passou para Danilo, que já na ponta esquerda driblou um marcador e bateu em cima da zaga, no rebote Guerrero subiu sozinho e testou firme, caprichosamente a bola ainda bateu no travessão antes de entrar.

 Torcida

No Brasil existem torcidas de futebol e a Gaviões da Fiel. Internacional, Grêmio, Flamengo, todos campeões mundiais, mas em absoluto ninguém conseguiu e dificilmente conseguirá levar 25mil torcedores para o outro lado do mundo. O bando de loucos foi ao Japão, empurrou o elenco, e merece ser lembrado como parte deste título. O Corinthians não é um time que tem uma torcida, mas sim uma torcida que tem um time.


Leia mais sobre: Esportes