27 de fevereiro de 2024
Benefício • atualizado em 27/11/2023 às 12:33

Transporte gratuito: Luziânia recebe programa ‘Tarifa Zero’ com recurso da Prefeitura

Segundo o prefeito Diego o transporte no município já era subsidiado desde o seu primeiro ano de Governo, um valor de R$ 150 mil por mês.
Iniciativa é o resgate de uma promessa de campanha, de 2020, do atual prefeito de Luziânia, Diego Sorgatto. (Foto: Prefeitura de Luziânia).
Iniciativa é o resgate de uma promessa de campanha, de 2020, do atual prefeito de Luziânia, Diego Sorgatto. (Foto: Prefeitura de Luziânia).

Com recurso total proveniente da Prefeitura de Luziânia, o programa Tarifa Zero foi lançado nesta segunda-feira (27), às 8h, em frente à Prefeitura do município. A iniciativa é o resgate de uma promessa de campanha, de 2020, do então deputado estadual e candidato a prefeito de Luziânia, Diego Sorgatto.

O programa consiste basicamente em zerar a tarifa do transporte público intermunicipal através de subsídio por parte do Governo Municipal. Segundo o prefeito Diego o transporte no município já era subsidiado desde o seu primeiro ano de Governo, um valor de R$ 150 mil por mês. Medida adotada para evitar o aumento da tarifa no município.

Os ônibus do Tarifa Zero receberão plotagem especial com o nome do programa e circularão pelas atuais linhas realizadas pela empresa Catedral (que tem a concessão do transporte público municipal) e outras que serão criadas para atender outros bairros que ainda não possuem transporte público.

Cadastro

Não existem critérios para participar do programa. Todos os moradores do município, acima de 6 anos, independente de condição social, ou inscrição em programas sociais estão elegíveis. Para ter acesso ao Tarifa Zero basta realizar o cadastro em um dos 12 pontos que estão espalhados pela cidade.

Prefeito Diego Sorgatto ao lado de cidadã beneficiada no lançamento do ‘Tarifa Zero’. (Foto: Prefeitura de Luziânia).

O sistema a ser adotado é de bilhetagem com a utilização de cartão magnético por reconhecimento fácil. Para cadastro, a única exigência é um documento pessoal com foto e menores de 6 anos não precisam se cadastrar. De início será dada uma carência de 30 dias para a exigência dos cartões magnéticos. Após este período, somente as pessoas cadastradas poderão ter acesso ao benefício.

Pontos de cadastramento: 

  • Prefeitura Municipal
  • Superintendência Municipal de Trânsito
  • Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho
  • DIAL – CMEB Maria Lucinda
  • Jardim São Paulo – UBS
  • Americanos – UBS
  • Sol Nascente – Escola Municipal Ilka Meireles
  • Mingone 2 – CMEB Natália Aparecida
  • Gabinete do Prefeito no Jardim Ingá
  • Administração do Jardim Ingá
  • Garagem da Catedral
  • Planalto – UBS

Leia mais sobre: / / / Cidades / Geral / Notícias do Estado

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019