17 de agosto de 2022
Esportes

Time misto do Athletico-PR tem início avassalador e goleia Red Bull Bragantino

Foto - Divulgação Athletico Paranaense
Foto - Divulgação Athletico Paranaense

Mesmo com time alternativo, o Athletico-PR conquistou uma importante vitória, por 4 a 2, diante do Red Bull Bragantino, na tarde deste sábado, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, na Arena da Baixada, em Curitiba, o time paranaense colocou forte ritmo e abriu 3 a 0 em apenas 22 minutos. No segundo tempo, ainda fizeram o quarto, mas os minutos finais não foram tranquilos. Os visitantes fizeram dois gols e exerceram pressão, mas a reação parou por aí.

Com a vitória, o Athletico chegou a 24 pontos, se manteve dentro do G-4 e alcançou o 11º jogo de invencibilidade sob o comando de Luiz Felipe Scolari. O time de Bragança Paulista, por sua vez, segue com 18 pontos, no meio da tabela.

O Athletico teve um início avassalador e praticamente definiu a partida em 20 minutos. O placar foi aberto logo aos quatro minutos. Vitor Bueno recebeu na esquerda e fez cruzamento perfeito para Erick, que cabeceou forte, sem chance para Cleiton

Continua após a publicidade

Mesmo com a vantagem, o time paranaense seguiu pressionando e contou com falhas no sistema defensivo paulista para fazer mais dois gols. Aos 15, após cruzamento da direita, Aderlan não afastou bem e depois se atrapalhou com Cleiton. Melhor para Orejuela, que chegou com muita vontade para completar de cabeça

Depois, o Red Bull até assustou com Hyoran, em cobrança de falta, mas aos 22 minutos, os mandantes fizeram o terceiro. Rômulo roubou a bola no ataque, invadiu a área pela direita e chutou rasteiro. A bola era defensável, mas Cleiton deixou passar.

O Bragantino tentou buscar forças para reagir no segundo tempo. Tentou com Alerrandro, de cabeça, e depois em nova cobrança de falta, desta vez com Luan Cândido, ambas defendidas por Bento. Apesar da insistência, quem marcou foi o Athletico. Hugo Moura avançou com liberdade e arriscou de fora da área para marcar um golaço.

Continua após a publicidade

Apesar da goleada, os paulistas seguiram buscando seu gol. Logo depois do gol, Luan Cândido mandou na trave após cruzamento. No lance seguinte, ele até balançou a rede, mas o assistente marcou impedimento, confirmado pelo VAR.

Nos minutos finais, o Red Bull Bragantino causou apreensão no adversário ao fazer dois gols. Aos 33, Miguel fez cruzamento rasteiro e Alerrandro deu toque sutil para marcar. No minuto seguinte, Miguel invadiu a área e sofreu pênalti. Na cobrança, aos 36, Lucas Evangelista não desperdiçou e fez o segundo. Apesar do ânimo com os dois gols, a reação paulista não prosseguiu.

Na terça-feira, às 21h30, o Athletico volta à Arena da Baixada para o primeiro jogo com o Libertad, do Paraguai, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. No Brasileirão, o próximo adversário é o Palmeiras, no sábado seguinte. O Red Bull Bragantino volta a campo na segunda-feira, às 20h, quando recebe o Botafogo, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela 15ª rodada.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO 4 X 2 RED BULL BRAGANTINO

ATHLETICO – Bento; Orejuela (Khellven), Matheus Felipe, Nicolás Hernández e Abner Vinícius; Erick, Hugo Moura (Pablo Siles) e Vitor Bueno (Matheus Fernandes); Pedrinho, Vitor Roque (Matheus Babi) e Rômulo (John Mercado). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

RED BULL BRAGANTINO – Cleiton; Aderlan (Andrés Hurtado), Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul (Jadsom Silva), Lucas Evangelista e Hyoran (Miguel); Artur, Jan Hurtado (Alerrandro) e Helinho (Carlos Eduardo). Técnico: Maurício Barbieri.

GOLS – Erick aos quatro, Orejuela aos 15 e Rômulo aos 22 minutos do primeiro tempo. Hugo Moura aos 21, Alerrandro aos 33 e Lucas Evangelista aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Caio Max Augusto Vieira (RN)

CARTÕES AMARELOS – Khellven, Vitor Bueno e Vitor Roque (Athletico). Helinho (Red Bull Bragantino.

RENDA – R$ 293.470,00.

PÚBLICO – 16.327 pagantes (17.137 presentes).

LOCAL – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

(Conteúdo Estadão)