13 de abril de 2024
Catástrofe • atualizado em 01/01/2024 às 18:44

Terremoto no Japão deixa 4 mortos e cerca de 30 pessoas feridas

Segundo a agência japonesa Kyodo News, as autoridades locais também confirmaram que cerca de 30 pessoas ficaram feridas
Um total de mais de 97.000 pessoas em nove províncias foram instruídas a evacuar, segundo a Agência de Gestão de Incêndios e Desastres. (Foto: Kyodo).
Um total de mais de 97.000 pessoas em nove províncias foram instruídas a evacuar, segundo a Agência de Gestão de Incêndios e Desastres. (Foto: Kyodo).

O terremoto de magnitude 7,6, que atingiu o centro-norte do Japão nesta segunda-feira (1º), resultou em quatro mortes confirmadas pelo governo da província de Ishikawa. Segundo a agência japonesa Kyodo News, as autoridades locais também confirmaram que cerca de 30 pessoas ficaram feridas devido ao terremoto em Ishikawa e outras províncias.

Durante o terremoto, o teto de uma residência desabou na província de Toyama, ferindo oito pessoas, duas delas gravemente, disse o governo da província. Em Ishikawa, aproximadamente 32.500 residências ficaram sem energia e um total de mais de 97.000 pessoas em nove províncias foram instruídas a evacuar, segundo a Agência de Gestão de Incêndios e Desastres.

A Agência Meteorológica do Japão alertou que terremotos com intensidade sísmica de cerca de 7 podem chegar a ocorrer nas áreas mais afetadas durante a próxima semana, especialmente nos próximos dias.

Embora o Japão seja um país propenso a terremotos, essa foi a primeira vez que um grande alerta de tsunami foi emitido desde o terremoto M9.0, e o tsunami que devastou o nordeste do Japão em março de 2011. Um terremoto com intensidade japonesa de 7 foi observado pela última vez em Hokkaido em 2018.

Incêndio em Wajima

Créditos: Kyodo

Em Wajima, vários edifícios desabaram perto de um famoso mercado local sendo envolvidos pelas chamas. O fogo continuou sob o céu noturno e os moradores disseram ter ouvido explosões e fumaça. “Parecia que mais de 10 edifícios estavam em chamas”, disse um homem que mora em Wajima.

“Não consegui ficar de pé por causa do tremor. Foi uma intensidade que nunca havia experimentado antes”, disse ele. Outro morador confirmou que viu uma fumaça preta e ouviu explosões perto do mercado de alimentos.


Leia mais sobre: / / / / / Mundo

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019