25 de maio de 2022
Cidades

Terminal Goiânia Viva será reformado

A Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), e o Consórcio da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo lançaram na manhã desta terça-feira (12) as obras de reforma do Terminal Goiânia Viva. O lançamento foi feito pelo chefe de Gabinete da presidência da CMTC, Domingos Sávio, e pelo diretor da RMTC, Leomar Avelin.

O terminal de ônibus atende principalmente à população da região oeste. O trabalho de reforma do terminal, segundo a Prefeitura de Goiânia, terá duração de cerca de 80 dias. De acordo com a CMTC, o funcionamento não será suspenso durante esse período.

O novo terminal ganhará novos banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais, bicicletário com 36 vagas, monitoramento por circuito fechado de televisão (CFTV), sistema de áudio para orientação dos passageiros, implantação de um novo padrão de informação e comunicação visual, sala de Apoio Operacional (com sanitários) e plataformas com rampas de acesso.

Continua após a publicidade

O espaço dedicado aos usuários do transporte coletivo terá ainda vários equipamentos de utilização pública, como ishops, caixas eletrônicos e venda de sitpass, e mobiliário adequado na plataforma com bancos, lixeiras de coleta seletiva.

As obras de reforma do Terminal Goiânia Viva estão orçadas em R$1.116.700,00 e serão feitas pelo Consórcio da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC), em parceira com a Prefeitura de Goiânia. A administração municipal será responsável pelos trabalhos de infraestrutura, como pavimentação, urbanização e sinalizações horizontal e vertical, no interior do terminal e vias adjacentes.

Com uma área total de 7.288 m² e uma média superior a 9 mil passageiros por dia, o Goiânia Viva opera atualmente com oito linhas de ônibus.

Continua após a publicidade

 

Área de convivência

De acordo com o chefe de gabinete da CMTC, parte do terreno onde está o Goiânia Viva será usada para construção de uma área de convivência e lazer com academia ao ar livre, bancos e outros equipamentos públicos. Essa obra também será realizada em parceria entre a Prefeitura de Goiânia e RMTC.

Domingos Sávio explicou durante o lançamento que além da necessidade de conservação do terminal, a reforma do Goiânia Viva também atende ao grande crescimento da região oeste da capital. “Esse terminal já tem oito anos e o número de usuários cresceu bastante nessa região, por isso sua plataforma está sendo acrescida em 12 metros quadrados. Naturalmente para dar mais conforto no embarque e desembarque dos passageiros”, esclareceu.

Os próximos terminais da Região Metropolitana a passarem por uma ampla reforma, segundo explica a CMTC, são: o Vila Brasília e o Veiga Jardim, ambos em Aparecida de Goiânia. Domingos Sávio informou ainda que já dentro de poucos dias será reinaugurado o Terminal Maranata. (Com informações da Prefeitura de Goiânia)

Leia mais sobre:
Cidades