29 de fevereiro de 2024
Mais Araguaia • atualizado em 29/05/2023 às 19:25

Temporada do Araguaia deve movimentar R$ 100 milhões na economia da região

Definida pelo governador como a "maior de todos os tempos", a temporada 2023 promete injetar valor recorde para a economia goiana
O governador destacou as expectativas econômicas para a região do Vale do Araguaia. Foto: Wesley Costa
O governador destacou as expectativas econômicas para a região do Vale do Araguaia. Foto: Wesley Costa

No lançamento da Temporada Mais Araguaia 2023, nesta segunda-feira (29), em Goiânia, Ronaldo Caiado (UB) definiu esta edição como a “maior de todos os tempos”. Na coletiva, o governador destacou ainda que para este ano, é esperado valor recorde de recursos injetados na economia de municípios da região.

Ao Diário de Goiás, Caiado revelou que as expectativas econômicas são promissoras. “Espera-se que haja uma participação de mais ou menos R$ 100 milhões injetados na economia desses municípios no período da temporada”, destacou o governador.

O chefe do Executivo ressaltou que a organização e o planejamento, frutos do investimento do Estado, favorecem o consumo e o turismo de famílias. “Toda família que vai para o Araguaia, é lógico que terá  um gasto médio que será superior a um salário mínimo. Então, isso daí é mais ou menos um cálculo que você colocaria por família, um gasto de mais ou menos R$ 1.200 a R$ 1.500 ali na região, com alimentação, com algum evento, em restaurante, um passeio de lancha ou de barco, de alguma coisa a mais, algum atrativo a mais que esteja sendo fornecido”, explica.

Reflexos na Economia

Conforme o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, há esperança de que esse retorno seja ainda maior para a população do Vale do Araguaia, que abrange 8 municípios. “Nós estamos falando de uma movimentação econômica de mais de 50 segmentos econômicos, de mais de 50 CNPJs. Isso são dados do IBGE, do Ministério do Turismo, movimenta uma cadeia produtiva muito grande. Então, quando eu disse 100 milhões eu fui conservador para não criar falsa expectativa, mas a gente está esperando dobrar esse valor”, acrescenta.

Para Amaral, o investimeto favorece não somente o turismo local, mas representa também uma política social. “Vale lembrar que boa parte dessas famílias, boa parte desses pequenos empresários, sobrevive o ano todo dessa renda. Além da festa linda para os goianos, a temporada do Araguaia se torna uma grande política social para o governo”, pontua.

Por fim, o presidente da Goiás Turismo ressaltou que o trabalho de planejamento do Governo de Goiás vai refletir de forma direta na economia, futuramente. “Na medida que você tem mais organização e mais planejamento, na verdade as pessoas gastam mais, se sentem mais confortáveis de saírem, de consumirem, de irem para os bares, para os restaurantes, para os acampamentos. Todo esse trabalho de planejamento vai refletir na ponta nessas vendas”, destaca Amaral.  


Leia mais sobre: / / / / Política

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.