logomarcadiariodegoias2017

O presidente da Apple, Tim Cook, defendeu a necessidade de uma regulação para limitar o poder do Facebook e de outras empresas sobre dados pessoais de seus consumidores.

Em entrevista ao site especializado em tecnologia Recode e à rede de televisão MSNBC, Cook disse que o melhor para o setor seria uma autorregulação.

Porém, levando em conta o escândalo revelado neste mês envolvendo o vazamento de informações pessoais de 50 milhões de pessoas para a consultoria Cambridge Analytica, Cook diz que já é tarde demais para isso e o mercado já foi longe demais.

As informações sobre usuários do Facebook foram usadas pela cambridge Analytica para direcionar a eles propaganda eleitoral do republicano Donald Trump durante as eleições que o elegeram em 2016.

O executivo disse que a Apple poderia ganhar mais se usasse dados pessoais dos usuários de seus aparelhos.

"A verdade é que poderíamos ganhar rios de dinheiro se monetizássemos nossos consumidores, se eles fossem nossos produtos. Mas decidimos não fazer isso."

Questionado pela jornalista Kara Swisher o que faria se estivesse na posição de Marc Zuckerberg, presidente do Facebook, Cook se limitou a dizer que nunca estaria na situação dele.

No último sábado (24), ele já havia criticado o Facebook durante participação sua em evento em Pequim, na China.

Na ocasião, ele disse que empresas não deveriam ter a capacidade de saber quais os sites que seus clientes visitam, quem são seus contatos nem coisas que gostam ou não gostam. (Folhapress)

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

Reportagem Especial

TVDG

Marconi Perillo presta esclarecimentos na CEI da Saúde na Câmara de Vereadores de Goiânia
Marconi Perillo presta esclarecimentos na CEI da Saúde na Câmara de Vereadores de Goiânia
Marconi Perillo presta esclarecimentos na CEI da Saúde na Câmara de Vereadores de Goiânia

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH