22 de abril de 2024
TRIBUNAL • atualizado em 29/05/2023 às 16:36

STJD decide banir do futebol, ex-jogador do Vila Nova envolvido no esquema das apostas esportivas

Romário ex-jogador do Vila Nova (Foto - Roberto Corrêa)
Romário ex-jogador do Vila Nova (Foto - Roberto Corrêa)

Teve início nesta segunda-feira (29), os julgamentos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva dos canos de manipulação de partidas de futebol, por parte de jogadores para benefício de apostadores em casa de apostas.

Pena máxima para o ex-jogador do Villa Nova Futebol Clube, Romário. Os membros da 1ª Comissão Disciplinar do Tribunal Desportivo decidiram banir o volante do futebol. Ele terá terá que pagar uma multa no valor de R$ 25 mil.

Outro profissional do futebol também julgado e penalizado pelo STJD foi o meia Gabriel Domingos. Ele fica suspenso pelo período de 720 dias e também terá que pagar uma multa de R$ 15 mil.

O processo que tramita na esfera esportiva, é resultado da investiçaão conduzida pelo Ministério Publido do Estado de Goiás e que leva o nome de Penalidade Máxima.

Romário e Gabriel Domingos poderão recorrer da decisão no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Ambos também serão julgados na esfera comum.

Outros julgamentos

O Tribunal também vai julgar os atletas Moraes, Gabriel Tota, Paulo Miranda, Eduardo Bauermann, Igor Cariús, Fernando Neto, Matheus Gomes e Kevin Lomónaco. Todos acusados de fazer parte do esquema para favorecimento de apostadores. Várias provas e evidências apontam para recebimento de dinheiro para receberem cartões amarelos em jogos em competições nacionais. Fato que favorecia as pessoas que faziam apostas nesse seguimento.


Leia mais sobre: / / / Esportes / Vila Nova Futebol Clube