30 de junho de 2022
Tecnologia

Startups apresentam soluções inéditas para conectividade

Agrishow 2019 - 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que está sendo realizada em Ribeirão Preto/SP.
Agrishow 2019 - 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que está sendo realizada em Ribeirão Preto/SP.

 

Continua após a publicidade

Wandell Seixas/Especial para o DG

A Agrishow 2019 – 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que está sendo realizada em Ribeirão Preto/SP, teve como destaque em termos de soluções inovadoras para o agronegócio o tema da conectividade. Na Arena de Inovação estão reunidas startups cujo objetivo é gerar negócios e debater novidades no setor. Entre os expositores está a GoFarm, plataforma de gestão de pessoas. “A Agrishow está superando nossas expectativas. Nos primeiros dias já detectamos muitas prospecções de negócios. Como somos um serviço de assinaturas, já captamos vários clientes e prospects”, diz o sócio da solução Jean Pierre.

Para Felipe Akio Tsunada, consultor técnico da Digital Farms, a apresentação do produto no evento está sendo excelente. “Já fizemos muitos contatos, com diversos setores, não só onde atuamos”, afirma o executivo. O aplicativo da Digital Farms permite ter na palma da mão dados de fertilidade, adubação, entre outras informações.

Continua após a publicidade

A norte-americana SeeTree combina a inteligência artificial com a humana para ajudar agricultores a aumentar a produtividade de suas fazendas, principalmente de florestas, fornecendo análises sobre a saúde e a produção de cada árvore, independentemente da quantidade de mudas. Os dados são captados via aérea, solo e por debaixo da terra. Segundo Farhana Rahman, diretora de marketing da See Tree, negócios e conversas promissoras já foram iniciados durante a Feira. “Estamos pela primeira vez na Agrishow, e nossa expectativa está sendo superada”, comenta.

Já a Prime Field apresenta a solução Smart Sync, internet via satélite para o campo que cria uma bolha de wi-fi para todos os dispositivos existentes. “É como se eu pudesse ver a agricultura como uma linha de produção a céu aberto. Já atuamos há 10 anos, mas Agrishow está nos trazendo outros mercados, além da cana onde já atuamos”, informa Alexandre Pereira, comercial da Prime Field.

Drone de pulverização

Em busca de investidores, a Model Works demonstra o seu protótipo de drone de pulverização. De acordo com o diretor de engenharia Henrique Mortiz, o diferencial do equipamento são as asas. “Nosso objetivo é desenvolver modelos maiores com capacidade entre 70 e 250 quilos. Estamos fazendo muitos contatos interessantes, que irá acelerar a concepção”. Já a AgroBrazil é uma empresa de captação, averiguação e publicação de negócios de boi gordo. “Viemos mostrar e comercializar. Está sendo muito bom e era tudo o que esperávamos da Agrishow”, comenta Caio Junqueira, sócio da empresa.

Na área de pulverização está a Smart Sensing, que trouxe a solução WeedIt, sensor acoplado ao pulverizador e faz uma aplicação localizada. Para encurtar o tempo de quem busca implantar energia solar em casas, comércios, indústrias e propriedade, a Sunalizer desenvolveu um filtro entre os prestadores de serviços e clientes interessados na energia limpa.

 

Leia Mais 

Empresas de irrigação apresentam suas novidades na Agrishow

Agrishow cresce 22% e vendas chegam a R$ 2,7 bilhões