13 de junho de 2024
Brasil • atualizado em 23/05/2024 às 08:33

Sobe para 162 o número de mortes em função das chuvas no Rio Grande do Sul

De acordo com a Defesa Civil, mais de 2,342 milhões de pessoas foram afetadas pela tragédia
Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini
Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

O número de mortes em decorrência das chuvas no Rio Grande do Sul (RS) subiu para 162, conforme boletim divulgado pela Defesa Civil do Estado, nesta quarta-feira (22). Há, ainda, 75 pessoas desaparecidas e 806 feridas.

Ainda conforme o boletim, mais de 581 mil pessoas estão desalojadas e 68.345 em abrigos espalhados pelo estado. Dos 497 municípios, 467 sofreram algum tipo de impacto. Ao todo, são mais de 2,342 milhões pessoas afetadas pela tragédia.

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu ainda um novo alerta para chuvas intensas nos próximos dias. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também alerta para o avanço de uma nova massa de ar polar e ainda a formação de um ciclone extratropical no oceano, com a previsão de ventos de até 100 km/h na costa do estado.

De acordo com matéria publicada na Agência Brasil, as chuvas vão provocar o aumento no nível de rios e arroios, em especial o Canal de São Gonçalo, que banha a cidade de Pelotas e já se encontra em nível acima da cota de inundação. As cidades de São Lourenço do Sul, Pelotas, Arambaré, Rio Grande e São José do Norte estão em estado de alerta.


Leia mais sobre: / / Brasil