22 de maio de 2024
Benefício • atualizado em 14/12/2022 às 16:21

Sintego comemora ajuda de custo concedida aos servidores da educação de Goiânia

O benefício será pago para trabalhadores administrativos e professores efetivos e contratos ainda em dezembro
Bia de Lima, presidente do Sintego (Foto: Sintego)
Bia de Lima, presidente do Sintego (Foto: Sintego)

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), recebeu com muito entusiasmo o anúncio de uma ajuda de custo concedida pela prefeitura de Goiânia para todos os trabalhadores da rede municipal de educação. Durante o evento em que homenageou estudantes destaques de 2022 na manhã desta quarta-feira (14), o prefeito Rogério Cruz garantiu que mais de 19 mil servidores terão a ajuda ainda neste mês de dezembro.

“O nosso município finaliza o ano de 2022 com investimentos recordes em Educação”, afirmou Rogério Cruz. “Em um ano, garantimos o reajuste do piso dos professores em 15%, o pagamento de três datas-base e a concessão de 4.987 progressões horizontais. Agora, finalizamos este ano de conquistas com essa ajuda de custo”, completou.

Além da ajuda de custo o prefeito anunciou a entrega de kits para todos os estudantes de 1º a 5º ano do Ensino Fundamental da rede pública municipal de ensino, a partir de janeiro de 2023.

De acordo com a presidente do Sintego e deputada eleita, Bia de Lima, após uma intensa cobrança por parte do sindicato, a ajuda de custo, que ainda não tem um valor definido, será paga para trabalhadores administrativos e professores/as efetivos e contratos.

“Há muito tempo você estava esperando e a confirmação da notícia que nós demos la atrás, foi confirmada, os/as profissionais terão ajuda de custo”, completa Bia.

Durante o evento, o secretário municipal de Educação da capital, Wellington Bessa, afirmou que a valorização dos servidores é marca da atual gestão. “A ajuda de custo é uma forma da Prefeitura de Goiânia reconhecer o trabalho promovido por todos os servidores da rede, que se dedicaram para que Goiânia saltasse de 9º para o 4º melhor Ideb entre as capitais brasileiras”, acrescentou.


Leia mais sobre: / / / / Educação

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.