13 de julho de 2024
Cidades

Setransp: Reajuste do ICMS do diesel onera transporte e vai na contramão do país

O reajuste da alíquota de ICMS do diesel em Goiás, anunciado na semana passada pelo governo de Marconi Perillo (PSDB) é criticado pelo presidente do Setransp, Décio Caetano. Ele considera que a medida vai na contramão do que está ocorrendo no país, onde os governos tem se esforçado para desonerar os tributos que incidem sobre o transporte coletivo.

“Do nosso ponto de vista, esse reajuste está onerando o transporte”, afirmou, ao Jornal Realidade, da Vinha FM.

Décio vem alertando para a situação financeira “crítica” das empresas que operam o transporte de passageiros na capital e região metropolitana. Ele afirma que o não reajuste da tarifa é apenas um ponto nessa “crise” e alerta que é preciso pensar em desonerações e incentivos para a melhoria da qualidade do serviço.

“Essa crise não começou de maio pra cá. Mas, com o não reajuste das tarifas e o aumento das gratuidades e a política essa situação se agravou de uma forma preocupante. Se não for buscado uma solução, as empresas tem risco eminente de paralisação. Estamos falando não de salvar empresas de ônibus, mas salvar o transporte coletivo”, disse o presidente, que complementou.

“Esse modelo do transporte que nós temos hoje, em que tudo está nas costas do usuário, não se sustenta mais”.


Leia mais sobre: Cidades