07 de agosto de 2022
Projeção • atualizado em 26/07/2022 às 15:33

Saúde estima vacinar 80% das crianças com 3 e 4 anos contra a Covid-19 em Goiás até final de setembro

Pasta espera vacinar cerca de 167 mil crianças nesta faixa etária em dois meses
Segundo a SES-GO, ainda faltam ser vacinadas com a Coronavac, 209.058 crianças de 3 e 4 anos. (Foto: Secom Goiânia)
Segundo a SES-GO, ainda faltam ser vacinadas com a Coronavac, 209.058 crianças de 3 e 4 anos. (Foto: Secom Goiânia)

Desde que autorizou a vacinação contra a Covid-19 de crianças de 3 e 4 anos de idade no Estado, na última quinta-feira (21/07), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) registra que ainda faltam ser vacinadas, com a Coronavac, 209.058 crianças de 3 e 4 anos. Em entrevista ao Diário de Goiás, a superintendente substituta de Vigilância em Saúde da SES-GO, Cristina Laval, afirmou que a estimativa da pasta é vacinar 80% deste público-alvo, ou seja, cerca de 167 mil crianças, até o final de setembro.

“Pelo quantitativo de vacinas que nós temos, e pelo número de crianças na faixa etária de 3 e 4 anos e, levando em consideração a validade dessas vacinas – porque a grande maioria dos imunizantes disponíveis no Estado têm um vencimento em torno de 30 de setembro-, poderíamos perfeitamente vacinar mais de 80% desse público-alvo com a 1ª e a 2ª dose até o final de setembro, sem nenhum problema. A nossa estimativa é essa, mas para isso, precisamos ainda driblar diversos desafios”, afirma a superintendente em substituição.

Desafios

Sobre os desafios que Goiás precisa enfrentar para atingir a estimativa citada, Laval destaca duas questões: a disseminação de fake news e o acesso das pessoas à vacina. “Temos visto uma descrença com relação à vacina por disseminação de fake news. Há um alastramento de notícias falsas e mentiras sobre a vacinação, e isso tem impactado muito na procura das salas de vacina”, destaca.

Continua após a publicidade

Já sobre o acesso das pessoas à imunização, a superintendente em substituição destaca que a pasta tem conversado com os municípios para que estratégias sejam pensadas nesse sentido. “Muitas vezes a gente pode ter municípios, que por exemplo, ficam com as salas abertas de segunda a sexta-feira em horário comercial e nesse horário, por vezes, fica difícil para os pais ou responsáveis levar as crianças para vacinar. Então temos orientado os municípios a pensar em estratégias alternativas como: estender o horário, vacinação aos finais de semana, e até mesmo o dia “D” da vacinação, além de claro, reforçar a importância da vacina na proteção individual e coletiva”, detalha.

LEIA TAMBÉM: Goiás libera 4ª dose da vacina contra Covid-19 em pessoas de 30 (diariodegoias.com.br)

A SES também espera que o fim do período das férias escolares aumente a procura pela vacinação infantil e que haja um salto nos índices de vacinação. “Ainda estamos muito no início da Campanha, enfrentando dificuldades de adesão nesse público. Mas a expectativa é de que, com as famílias retornando das férias e das viagens, a procura seja bem maior”, pontua, deixando um lembrete sobre a importância da vacinação:

Continua após a publicidade

“É muito importante que os pais ou responsáveis levem as crianças para vacinar, porque especificamente, em Goiás, temos um quantitativo de doses muito tranquilo pra iniciar essa vacinação, assim como para garantir a 2ª dose. E, no caso daquelas crianças que por ventura se vacinarem um pouco mais tardiamente, nós já temos a sinalização do Ministério da Saúde, sobre o envio de mais doses para cumprir com o ciclo vacinal desse público-alvo”, afirma Laval.

Dados

Segundo informado pela SES-GO, a população de crianças na faixa etária de 3 a 5 anos informada pelo Ministério da Saúde ao Estado corresponde a um total de 314.488 crianças. Desse total constam como vacinadas de acordo com o registro de doses aplicadas 45.456 crianças de 5 anos de idade. Dessa forma, ainda é necessário que sejam vacinadas com a Pfizer pediátrica 59.974 crianças com 5 anos e 209.058 crianças de 3 a 4 anos de idade com a Coronavac. No momento, há 320.960 doses da Coronavac em estoque na Rede de Frio Estadual.

Vale lembrar que os municípios que já dispusessem de doses da Coronavac foram orientados pela SES-GO a iniciar de imediato a vacinação contra a Covid-19 em crianças de 3 a 4 anos no último dia 21. De acordo com a pasta, os municípios desabastecidos vão receber as doses de acordo com a população nessa faixa etária. A Saúde estadual também destaca que, considerando nota técnica do Ministério da Saúde, neste momento, as crianças a partir de 5 anos de idades deverão ser imunizadas com a vacina Pfizer pediátrica, nos esquemas já recomendados.

NÃO DEIXE DE LER: Goiânia inicia aplicação da 4ª dose em pessoas acima de 30 anos (diariodegoias.com.br)