30 de junho de 2022
Goiânia

Servidores da saúde planejam nova manifestação caso pagamento do salário não seja feito até terça-feira (9)

Denúncia da direção causou mal-estar no hospital. (Foto: Arquivo DG)
Denúncia da direção causou mal-estar no hospital. (Foto: Arquivo DG)

O presidente do Sindicato de Enfermagem do Estado de Goiás (Sienf-GO), Elcione Gonçalves, explicou a convocação feita aos trabalhadores da área para uma manifestação na próxima quarta-feira (10), às 14 horas em frente ao Hospital de Doenças Tropicais (HDT), caso o pagamento do salário não seja feito até a terça-feira (9).

Continua após a publicidade

“A primeira questão é o pagamento de salário em dia. O que seria pago hoje não tem previsão e o trabalhador não tem condição de esperar”, aponta.

De acordo com o presidente, foi realizado nesta quinta-feira (4), uma assembleia onde os profissionais decidiram pelo prazo e caso não seja cumprido, a manifestação. “Se o pagamento não cair até a próxima terça, que era para ter sido pago hoje que é a data limite, na quarta, a gente começa esse movimento de manifestação”, afirma Elcione.

Relembre a manifestação realizada no último dia (27/06).

Continua após a publicidade

Entres as reivindicações está segundo o presidente, três anos que não tem reajuste salarial e salários atrasados. “Nem entramos na questão de estrutura do hospital, por enquanto estamos apenas olhando a questão financeira do trabalhador, porque se for olhar por outro lado é muito complexo e o foco no momento são os salários atrasados”, esclarece.

Ainda segundo Elcione, a tendência é que todos participem da manifestação.”Todos estão sendo prejudicados, sempre tem aquela questão da opressão para não participar, mas o trabalhador está consciente dos direitos dele e não vai ser impedido de fazer um movimento dentro da legalidade”, finaliza.