21 de maio de 2022
Cidades

“Serial killer” vai a júri popular por mais um homicídio

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 1ª Vara Criminal de Goiânia, mandou a júri popular Tiago Henrique Gomes da Rocha, o “serial killer”, pelo homicídio de Isadora Aparecida Cândida dos Reis.

A vítima foi assassinada no dia 1° de junho de 2014, por volta das 17h30, na Avenida São Geraldo, no Setor São José, em Goiânia. A jovem de 15 anos caminhava ao lado do namorado, Cleyton César Pimenta Júnior, quando foi abordada por um homem em uma moto preta, que desceu do veículo usando capacete e anunciou um assalto. Isadora foi entregar o aparelho celular, mas foi agarrada pelo braço, virada de costas, e levou um tiro de revólver calibre 38. Ela morreu no local do crime.

Continua após a publicidade

Tramitam nas Varas dos Crimes Dolosos contra a Vida de Goiânia 26 processos contra Tiago Henrique, oito já tiveram decisão de pronúncia, quando o réu é mandado a julgamento pelo júri popular.

Ao proferir a decisão, Jesseir de Alcântara entendeu não ser necessária a instauração de novo incidente de insanidade mental, pois o mesmo já havia sido realizado em outros processos. Explicou que os laudos apontam que Tiago Henrique não possui doença mental, nem desenvolvimento mental retardado ou incompleto. “É portador de Transtorno de Personalidade Antissocial, vulgarmente conhecida por psicopatia. Na época dos fatos era inteiramente capaz de enter o caráter ilícito de sua conduta, bem como de determinar-se por este entendimento”.

Leia mais sobre:
Cidades