15 de abril de 2024
Vila Nova Futebol Clube • atualizado em 19/02/2024 às 23:11

“Sensacionalista”, critica presidente do Vila Nova sobre reportagem de verbas da Câmara de Goiânia para o clube

Hugo Jorge Bravo - Presidente do Vila Nova
Hugo Jorge Bravo - Presidente do Vila Nova

Uma reportagem do Jornal O Popular revelou que uma associação ligada ao Vila Nova, com nome de Nação Colorada recebeu uma indicação na importância de R$ 1,3 milhão de reais. O valor é oriundo de emendas impositivas na Lei Orçamentária Anual (LOA) – 21 vereadores destinaram de R$ 25 mil até R$ 50 mil. Romário Policarpo, presidente da Câmara Municipal de Goiânia, que faz parte da diretoria do clube colorado destinou R$ 400 mil reais a instituição.

A informação foi tratada como sensacionalista no Onesio Brasileiro Alvarenga. O presidente do Vila Nova Futebol Clube, Hugo Jorge Bravo, concedeu entrevista após a vitória diante do Goiânia, pelo Campeonato Goiano, e se posicionou a respeito da situação e classificou como “sensacionalista” a matéria.

“Vejo uma manchete colocando que se fosse uma atrocidade, como se nós tivéssemos fazendo aqui no clube uma ilegalidade”, desafabou o dirigente que explicou os motivos para criação da associação Nação Colorada: “Em 2021 em um propósito dessa diretoria era buscar que ela também tenha uma participação social cada vez maior. O intuito é que ela funcionasse em cooperação com o Vila Nova para fomentar atividades sociais, não somente relacionadas ao futebol, mas também aos esportes olímpicos, crianças carentes e em parceira com o Sesc, atendimentos médicos e odontológicos. Aqui no clube atendemos diariamente dezenas de pessoas, aqui dentro do Vila Nova. Já atendendo nesta parceria mais de 10 mil pessoas”, explicou Hugo Jorge Bravo.

O mandatário colorado disse que a associação não tem fins lucrativos, a exemplo do Vila Nova: “Com essa premissa nós recebemos, mas ainda não chegou. Foi destinada emendas como acontece com inúmeras associações, para que tivéssemos condições de adquirir um ônibus”, explicou.

O veículo que terá como objetivo o transporte de crianças que vão estar disputando competições, vai custar cerca de R$ 1,5 milhão e segundo Hugo Jorge Bravo, a associação vai completar a diferença para adquirir o ônibus em uma concessionária.

Questionamento

Hugo Bravo na entrevista coletiva disse que ficou admirado pela forma como foi colocada a situação. “Nos coloca parecendo que estamos fazendo alguma coisa errada. O que está de errado em buscar um benefício social? Diferente de outras situação, nós vemos o poder público e aí faz parte, patrocinando inclusive quem está nos criticando com valores superiores ao que vai ser destinado. Isso eu não vejo comentários. “Quanto o povo está dando para a TV Anhangera, Grupo Jaime Câmara, outras emissoras, a título de patrocínio? Aqui tudo que fazemos é dentro da lisura e tranquilidade”, completou.


Leia mais sobre: / / Esportes / Vila Nova Futebol Clube