10 de agosto de 2022
Segunda fase • atualizado em 09/07/2022 às 08:32

Senador Canedo inicia nova etapa da Revisão do Plano Diretor

Equipe se reuniu virtualmente para definir as prioridades
O ITCO fez a entrega, oficial, do relatório da primeira etapa, abrindo caminho para iniciar as ações do Plano de Trabalho (Foto: Divulgação)
O ITCO fez a entrega, oficial, do relatório da primeira etapa, abrindo caminho para iniciar as ações do Plano de Trabalho (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Senador Canedo segue avançando na construção do novo Plano Diretor do município. O relatório final da primeira etapa foi entregue, oficialmente, para a coordenação do PDD e uma cópia será encaminhada para o Ministério Público, que acompanha de perto todos os trabalhos executados. O município finalizou a etapa prévia em junho e, de imediato, iniciou as reuniões para a próxima fase do projeto, que é a etapa do Plano de Trabalho. Ela será capitaneada por um time de especialistas em diversas áreas de atuação e que compõem a equipe do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico do Centro Oeste (ITCO), empresa contratada para prestar consultoria em todas as fases do projeto, juntamente com técnicos da prefeitura.

A equipe se reuniu virtualmente para definir as prioridades nesse início da segunda etapa. Os técnicos ligados ao Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade, Condições de Vida e Governança, entre outros, apresentaram um esboço do trabalho que servirá de guia nesse momento. Para o diretor do ITCO, Selomar Breda, a equipe vai estar atenta às necessidades individuais de cada região, para atender a população da forma mais adequada.

“Muitas vezes a gestão está pensando em construir uma praça ou uma quadra de esportes, mas a população espera que ali seja construído uma escola, ou CMEI. Então esse trabalho junto à população vai ser importante para nortear a atuação dos nossos técnicos”, explicou Breda.

Continua após a publicidade

Justamente com a finalidade de incluir de forma ativa a participação da sociedade nessa discussão que foi realizado um novo encontro da coordenação do PDD e do ITCO, com o a presença do diretor de Assuntos Comunitários da prefeitura, Lucas Rocha. Ele explicou que a pasta irá fazer a ponte entre a comunidade e a equipe técnica do Plano Diretor. O objetivo é promover um alinhamento entre a necessidade da população e as medidas e ações definidas pelo PDD.

LEIA TAMBÉM: Senador Canedo promove colônia de férias para crianças e idosos do Centro de Convivência (diariodegoias.com.br)

Lucas Rocha será um dos responsáveis, juntamente com a secretária Vanilda Cardoso, de facilitar as reuniões comunitárias e integrar a população na elaboração do novo Plano Diretor. “Nessa revisão, daremos voz, de fato, aos cidadãos, aos presidentes de bairros, aos presidentes de ONGs e aos líderes religiosos do nosso município. Consideramos isso importante porque são eles quem convivem diretamente com a comunidade. Então, eles participarão ativamente desse planejamento que será muito positivo para Senador Canedo”, explicou Rocha.

Continua após a publicidade

O diretor do ITCO, Selomar Breda, explicou que essa etapa, Plano de Trabalho, é importante porque é nesse momento que se definirá a forma de trabalho e o cronograma de ações da equipe técnica. “O Plano de Trabalho é um exercício técnico que vai definir a metodologia, o cronograma e identificará todos os atores sociais que participarão da leitura comunitária e do diagnóstico do Plano Diretor, até a construção da Lei”, relatou.

Na ocasião, a coordenação dividiu o município em zonas de atenção, definindo previamente onde poderão ocorrer as reuniões com a comunidade. Também foi possível estabelecer critérios para a participação da sociedade organizada, que será fundamental para o bom andamento do projeto.

O coordenador do grupo técnico do Plano Diretor, Marcos Vinícius, concluiu que está havendo um avanço positivo nos trabalhos realizados pelas equipes da prefeitura e do ITCO. Ele destacou a importância da conformidade entre as ações que vem sendo executadas. Marcos pontuou, ainda, a disposição em reformular o Plano Diretor com o foco, totalmente, nas necessidades do município, atentando para as demandas de cada Região.

“Conseguimos definir alguns detalhes da Etapa do Plano de Trabalho, como o quantitativo de reuniões comunitárias, de forma que abranja todo o perímetro do município, e contemple uma representatividade de todos os bairros e de toda a comunidade. Também fizemos uma predefinição de entidades que precisam participar das reuniões setoriais, onde trataremos de eixos fundamentais para o projeto, que são Mobilidade, Saneamento, ambiental, cultural, governança e urbanismo”, explicou Marcos Vinícius.