12 de junho de 2024
Abastecimento de água

Senador Canedo inaugura, nesta sexta (7), a maior represa hídrica da cidade

O reservatório possui a capacidade de captação de mais de 450 milhões de litros de água bruta
Foto: Xande Manso
Foto: Xande Manso

A Prefeitura de Senador Canedo inaugura, nesta sexta-feira (7), a Haras 2, maior represa da cidade, com capacidade para armazenar 458 milhões de litros de água bruta. O evento será realizado a partir das 10 horas, na zona rural de Senador Canedo.

A obra representa, de acordo com o Executivo municipal, um aumento de 80% nas reservas da Agência de Saneamento de Senador Canedo (Sanesc). Esse aumento, segundo a prefeitura, é uma resposta às crescentes necessidades de abastecimento da cidade.

De acordo com a Sanesc, a nova represa já está captando água desde o final do ano passado e o volume será usado exclusivamente para abastecer a cidade durante os períodos de estiagem. A iniciativa faz parte de um conjunto de medidas adotadas pela Prefeitura de Senador Canedo para enfrentar a crise hídrica, que afeta a cidade há mais de 30 anos.

“Concluímos o reservatório do Bonsucesso e agora a obra do Haras 2, que é o segundo maior reservatório para produção de água em Goiás, pode ajudar em 60 dias de seca”, ressalta o prefeito Fernando Pellozo.

Segundo a prefeitura, na próxima semana, serão entregues mais dois reservatórios de água tratada, localizados nos bairros São Francisco e Vila Galvão. A Haras 1, já existente no município, possui capacidade de 324 milhões de litros de água.

“Em 3 anos de gestão, investimos no saneamento o que não foi investido em 30 anos na história de nossa Senador Canedo”, frisa o prefeito. “Em 2021, a preservação de água bruta era de 456 mil litros, hoje é de 1 bilhão e 100 milhões de litros. Além disso, com a modernização e ativação de ETAs, a capacidade de produção de água está 160% maior. Por meio de obras já concluídas e projetos em andamento, a Sanesc está investindo cerca de 150 milhões de reais no sistema de água e esgoto de Senador Canedo até o final de 2024”, acrescenta.


Leia mais sobre: / / / Cidades