22 de abril de 2024
Eleições 2024 • atualizado em 06/02/2024 às 20:02

Senador Canedo: Braga encosta em Pellozo e Divino e embola disputa para prefeito, diz Serpes

Pesquisa Serpes aponta movimentação entre os candidatos a prefeito de Senador Canedo na preferência do eleitorado. Braga, Pellozo e Lemos lideram as atenções em vários cenários.
Nova rodada da pesquisa Serpes mostra redução da diferença entre os três principais nomes da disputa para prefeito de Senador Canedo (Fotomontagem: divulgação)
Nova rodada da pesquisa Serpes mostra redução da diferença entre os três principais nomes da disputa para prefeito de Senador Canedo (Fotomontagem: divulgação)

Uma nova rodada da pesquisa Serpes para prefeito de Senador Canedo, em comparação com a divulgada em 27 de novembro do ano passado, aponta que o pré-candidato Alexandre Braga passou de 8% para 15,3%, encostando no atual, Fernando Pellozo. Já o pré-candidato Divino Lemes passou de 30% para 25,2%. Pellozo foi de 16,6% para 23,6%, na pesquisa estimulada.

Neste primeiro cenário, Cristina Pina ficou com 6,6% e Rodrigo Rosa pontou 6%. Já 18,6% dos eleitores consultados disseram que anulariam o voto ou não votariam, enquanto 4,7% declararam que ainda não decidiram.

Considerando a margem de erro de 5,6 pontos percentuais, para mais ou para menos, a pesquisa Serpes tem como novo cenário o acirramento da disputa entre Braga, Pellozo e Lemes. Os dois primeiros cresceram, enquanto o último perdeu pontos no limite da margem de erro e vê ameaçada a condição de nome mais citado entre os eleitores.

A pesquisa não incluiu o nome da esposa do senador Vanderlan Cardoso, Isaura Cardoso, entre os prováveis candidatos. O nome dela tem sido considerado em Senador Canedo.

Num hipotético cenário com três candidatos, o eleitor consultado pela pesquisa indica, ainda, que os principais nomes estão embolados próximo do que é considerado empate técnico entre eles. Com apenas estas opções, Lemes chega a 29,6% enquanto Pellozo vai a 28,2%.

Já Alexandre Braga é o que mais cresce e, indica a pesquisa, é percebido como opção perante os outros nomes com 22,6%.

Confronto direto tem Braga e Lemos à frente

A pesquisa simulou uma hipotética disputa entre apenas dois nomes. Nesta probabilidade há destaque para as frentes de Braga e Lemos, mas ainda mantendo o cenário de forte confronto entre eles. Divino estaria a frente de Pellozo com 29,6% contra 28,2%, mas em empate técnico.

O confronto de Braga (37,2%) contra Pellozo (32,9%) indica que o oposicionista angariaria boa parte dos votos de Lemos. Mas, teria que buscar mais votos entre os que anulariam o voto ou não votariam (27,9%).

Rejeição indica Pellozo à frente

Quando perguntado em quais nomes não votaria para prefeito de jeito nenhum, o eleitor consultado pela pesquisa Serpes apontou 40,2% das vezes para Fernando Pellozo. A rejeição dele era de 48,8% em novembro passado. A resposta no quesito rejeição é múltipla e os nomes são mostrados em cartela.

Em segundo lugar dos mais rejeitados, aparece Divino Lemos com 36,2%, contra 32,9% da pesquisa anterior. O nome de Rodrigo Rosa é rejeitado por 13,3% e Cristiane Pina por 10,3%. O menos rejeitado é Alexandre Braga com 6,6%.

Já 15% responderam que não rejeitam nenhum dos pré-candidatos e 3,7% não decidiram. Na resposta múltipla, a soma dá mais que 100%, e é um método correto de avaliação, pois a rejeição é manifestada por mais de um nome, normalmente.

Metodologia

A pesquisa foi registrada no TRE-GO 02722/2024. A coleta de dados foi realizada entre 03 e 04 de fevereiro de 2024 pela empresa Serpes. A margem de erro é de 5,6 pontos percentuais para um intervalo de confiança de 95%. Foram entrevistadas 301 eleitores. O contratante é a Brasil Publicidade Legal Ltda.


Leia mais sobre: / / Eleições 2024 / Senador Canedo

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .