18 de agosto de 2022
Destaque 2

Sem sintomas, reitor da UFG aguarda teste para confirmar cura da Covid-19

Reitor da UFG, Edward Madureira. (Foto: Divulgação)
Reitor da UFG, Edward Madureira. (Foto: Divulgação)

O reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Edward Madureira, segue sem apresentar sintomas da Covid-19 e aguarda o resultado de um exame para confirmar que eliminou toda a carga viral do organismo. Assim, ele seria declarado recuperado. A infecção pelo coronavírus Sars-CoV-2 foi diagnosticada por um teste realizado há 18 dias.

Madureira foi assintomático durante o período de infecção e, por conseguinte, não precisou de hospitalização ou grandes cuidados médicos. “Continuo sem sintomas, no 18º dia desde o diagnóstico. Tudo indica que, qualquer coisa em termos de agravamento, já deve ter ficado para trás”, informou o reitor ao Diário de Goiás.

O professor continua trabalhando em casa e isolado. Antes de retomar as atividades presencialmente, ele aguarda o resultado de um novo teste RT-PCR, realizado no sábado (27). “Para sair do isolamento, fiz a coleta do material no sábado, aguardo o resultado para segunda ou terça-feira. Se o teste der negativo, poderei sair do isolamento”, informou.

Continua após a publicidade

Além de Madureira, o pró-reitor Laerte Ferreira Guimarães Júnior contraiu o vírus. Ele, por sua vez, precisou de internação em leito de UTI, mas se recuperou. A UFG realizou uma desinfecção no gabinete da reitoria após os casos.