15 de agosto de 2022
Eleições 2022

Sem Maconi Perillo, cenário para o Senado Federal embola em Goiás

Pesquisa Real Time Big Data simulou dois cenários para a disputa do Senado Federal
Zacharias Calil e Delegado Waldir, do União Brasil, lideram em seus respectivos cenários. Wilder Morais, do PL, empata tecnicamente com o médico (Foto; Montagem/DG)
Zacharias Calil e Delegado Waldir, do União Brasil, lideram em seus respectivos cenários. Wilder Morais, do PL, empata tecnicamente com o médico (Foto; Montagem/DG)

Sem o nome do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) que confirmou a pré-candidatura ao Governo, mas segue com futuro indefinido, a pesquisa Real Time Big Data simulou dois cenários diferentes para a disputa do Senado Federal. O levantamento foi divulgado nesta quinta-feira (28/07) pela Record TV Goiás.

No primeiro cenário com o nome do deputado Delegado Waldir Soares (União Brasil) e sem o nome do deputado federal Zacharias Calil, também do União Brasil, o delegado lidera com 15% sobre 10% de Wilder Morais (PL) que está empatado tecnicamente com João Campos (Republicanos) e Alexandre Baldy (PP), com 8%. Luiz do Carmo (PSC) que desistiu da disputa tem 3%. Lissauer Vieira (PSD) que no levantamento anterior tinha 4%, agora tem 2%.  

O empresário Leonardo Rizzo (Novo), a pedagoga Manu Jacob (Psol), a ex-deputada estadual Denise Carvalho (PCdoB) e o delegado Eduardo Rodovalho (Pros) tem 1%. Esse último, não está mais na disputa pois seu partido anunciou ontem (28) a desistência para a chapa majoritária. Cristiano Cunha, do PV, não pontuou. Brancos e nulos somam 28%. Não sabem ou não quiseram responder, 21%. 

Continua após a publicidade

Segundo cenário tem empate técnico entre Zacharias Calil e Wilder Morais

No segundo cenário simulado pela Real Time Big Data, sem o nome do delegado Waldir e com o nome do deputado federal Zacharias Calil, o médico aparece empatado com o ex-senador Wilder Morais (PL) com 10% da intenção de voto. Presidente do PP em Goiás, Alexandre Baldy e o deputado federal João Campos, 9%. Todos empatados dentro da margem de erro.

O senador Luiz do Carmo (PSC), que desistiu da disputa, e o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSD), possuem 3% das intenções de voto.  O empresário Leonardo Rizzo (Novo), tem 2%. Denise Carvalho (PCdoB), Manu Jacob (PSOL), e delegado Eduardo Rodovalho (Pros), 1%. Cristiano Cunha, do PV, não pontuou. Brancos e nulos somam 29% e não sabem ou não quiseram responder 22%.  A pesquisa foi registrada no TRE-GO com o protocolo GO-08274/2022.

Continua após a publicidade