24 de junho de 2024
Propostas

Sem impedimento de Caiado, de Lisboa, Bruno Peixoto lista projetos para Goiânia

Deputado estadual, que preside a Alego, evita se colocar como pré-candidato a prefeito de Goiânia na eleição de 2024, mas afirma querer participar da formatação de um plano de governo para a capital
Deputado estadual Bruno Peixoto (União Brasil) em viagem à Lisboa, Portugal. Foto: divulgação
Deputado estadual Bruno Peixoto (União Brasil) em viagem à Lisboa, Portugal. Foto: divulgação

O deputado estadual Bruno Peixoto (União Brasil), presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), comentou a fala do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), que afirmou não caber a ele ficar “ciceroneando” cada candidato que pretende disputar a eleição de 2024. Ao editor do Diário de Goiás, Altair Tavares, o parlamentar declarou não ter se colocado em momento algum como pré-candidato a prefeito de Goiânia, mas pontua ver com naturalidade a inclusão de seu nome nas pesquisas e lista, inclusive, uma série de propostas para a cidade, algumas elaboradas a partir de uma viagem que faz no momento à Lisboa, em Portugal, de onde concedeu a entrevista.

As afirmações de Caiado ocorreram durante solenidade realizada na manhã da última segunda-feira (24), de transferência simbólica do Executivo, Legislativo e Judiciário estaduais para a cidade de Goiás, em comemoração aos 296 anos do município. Na ocasião, o Chefe do Executivo estadual ressaltou que respeita a prerrogativa de todo político de disputar o cargo que desejar. E reiterou que as decisões serão tomadas no momento certo, como foi em sua reeleição, no ano passado, quando obteve vitória no primeiro turno, até então inédita no Estado.

Entre suas propostas de melhorias para a capital, Bruno Peixoto menciona a criação de subprefeituras ou zeladorias, além do fortalecimento do comércio das regiões, com a criação de polos industriais regionais. De acordo com o deputado, Goiânia precisa ser digital. Ele pondera que a visita ao país europeu lhe trouxe uma visão diferente de cidades, modernas, tecnológicas e que buscam a sustentabilidade.

Bruno Peixoto cita, ainda, ideias de implementação de fiação subterrânea, ações para o centro da cidade, adensamento da capital e melhorias relacionadas à mobilidade. Confira a entrevista a seguir.

Entrevista / Bruno Peixoto, presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego)

Pré-candidatura a prefeito de Goiânia

Em momento algum me coloquei enquanto pré-candidato a prefeito pela nossa capital. Conheço cada canto da cidade, fui vereador por dois mandatos. Em 2008, o mais votado na história em reeleição da capital, deputado pela quarta vez, presidente da Assembleia. Então é natural que o meu nome surja nas intenções de votos, nas pesquisas que estão sendo feitas.

Eu acho que o trabalho tem que ser diário para quem pleiteia a disputa. O ano que vem é apenas a consolidação de uma candidatura. Observa-se bem que as pesquisas, sejam elas quantitativas ou qualitativas, no início do ano eleitoral, já mostram um direcionamento do perfil do candidato e de uma polarização. E não acredito que será diferente. Então, ali por janeiro, fevereiro, março, mais tardar, abril, nós já vamos ter aí, nas minhas análises, três candidatos com chances reais de ir para o segundo turno e também, por que não dizer, com possibilidade de ter êxito no primeiro turno.

Objetivos políticos de Bruno Peixoto

O nosso objetivo é disputar o mandato de deputado federal em 2026. Claro, estou à disposição do partido, à disposição do governador Ronaldo Caiado, à disposição de Daniel Vilela (MDB), nosso vice-governador. Porque, tendo uma candidatura viável de uma pessoa que conheça a cidade, [não teria] que deixar a presidência da Assembleia e o mandato de deputado estadual para disputar a prefeitura.

O que nós temos que ter é uma candidatura viável de alguém com capacidade para gerir bem, que conheça a nossa cidade. Então, eu estou disposto, juntamente com o nosso governador, que é minha referência política, que é o meu líder, que é o presidente do nosso partido, claro que juntamente com ele, com Daniel, com os partidos da base, vamos encontrar esse nome. Se ainda não estiver filiado no partido, vamos trazê-lo ou trazê-la para que se filie. E, evidentemente juntos, vamos enfrentar o processo eleitoral e ajudar na gestão.

Quero participar de uma maneira muito presente na formatação do plano de governo. Que seja um plano de governo exequível, vinculado a um candidato que terá, sim, capacidade de executá-lo. É o nosso pensamento. Acho que não há necessidade que eu venha disputar a eleição, mas eu quero participar.

Subprefeituras e fortalecimento regional

Precisamos ter as subprefeituras ou zeladorias nas regiões. Precisamos fortalecer o comércio das regiões, ter os polos industriais regionais. São várias as ações que eu quero contribuir de maneira significativa para com o plano de governo do nosso candidato a prefeito. Eu entendo que posso contribuir no processo eleitoral, claro, sobre a tutela do governador Ronaldo Caiado.

Digitalização da cidade

Nós precisamos de uma Goiânia digital. Inclusive, eu vim a Portugal e estou tendo aqui uma visão diferente, de cidades modernas, tecnológicas, cidades que buscam qualidade de vida, buscam integração, investem em tecnologia, investem na área de startups, investem de uma maneira muito presente. Temos que pensar também na parte de sustentabilidade, então fico muito feliz de ter buscado, adquirido esse conhecimento e quero, sim, transmiti-lo para o próximo candidato ou candidata que nós vamos apoiar na capital.

Eu tive a oportunidade de conhecer um coworking, e logo imaginei um coworking, que é um ponto de apoio. Por exemplo, nós podemos ter um coworking na região noroeste, na região leste. Isso para o município tem um custo muito pequeno, mas tem a importância da valorização e de uma rede de apoio aos empresários dessas regiões, com contadores, economistas, contabilistas, advogados, dentro desse coworking para orientar e não deixar que as empresas goianienses morram.

Mercados municipais e projetos para o centro

Temos que reviver os mercados. Nosso mercado ali, entre a rua 4 e a avenida Anhanguera, temos a parte de cima do mercado que está praticamente abandonada, sendo que nós poderíamos ali colocar várias lojas ou montar ali um polo gastronômico. Precisamos zerar o IPTU e incentivar o adensamento do centro da capital, ter mais ruas exclusivas para pedestres no centro. São várias ações que Goiânia precisa e nós temos que agir.

Fiação subterrânea e mobilidade

Tenho várias ideias. Não significa que vou me candidatar para que as ideias sejam aplicadas. Exemplo: nós precisamos urgentemente de implantar na nossa capital o sistema de fiação subterrânea. Não dá mais tamanha poluição visual. Tá na hora de olharmos de frente a questão do mobiliário urbano. Tá na hora de fazermos interligação da nossa capital, entre elas, fazendo a ligação da Marginal Botafogo com a Leste-Oeste, conclusão da Leste-Oeste até o Vera Cruz, o Eldorado. Temos que concluir a Leste-Oeste até chegar na Vila Pedroso. Nós precisamos inserir no plano de governo várias ações.

LEIA TAMBÉM: “Decisão do ministro será cumprida”, diz Caiado sobre suspensão de supersalários de servidores de Goiás pelo STF


Leia mais sobre: / / / / / / / / Política

Vinicius Martins

Jornalista por formação com MBA em Marketing e Estratégia Digital.