25 de junho de 2022
Cidades • atualizado em 27/03/2021 às 16:34

Cinco cidades goianas assinam carta de intenção para comprar 600 mil doses de vacinas contra a covid-19

Vacinas contra a covid-19 da AstraZeneca e CoronaVac. (Foto: SES-MS)
Vacinas contra a covid-19 da AstraZeneca e CoronaVac. (Foto: SES-MS)

Os prefeitos de Anápolis, Senador Canedo, Cidade de Goiás, Goiatuba e Luziânia assinaram carta de intenção para aquisição de 600 mil doses de vacinas contra a covid-19.

Se a operação for bem-sucedida, serão pouco mais de 100 mil doses para cada município. A reportagem entrou em contato com as prefeituras, que não informaram com qual laboratório são negociadas as vacinas.

A prefeitura de Senador Canedo informou que, caso as doses sejam de fato adquiridas, praticamente todos os adultos com mais de 18 anos serão contemplados.

Continua após a publicidade

De acordo com a secretária municipal de Saúde de Senador Canedo, Fabiana Lopes, a compra direta dará ao município a oportunidade de estender a cobertura vacinal para todas pessoas de 18 anos acima, última faixa etária para vacinação. “Esse impacto será muito positivo pois, com a população imunizada, teremos menor circulação do vírus”, explicou.

“Quando a compra for uma realidade, vamos estender a cobertura vacinal e isso será mais um grande passo do município no combate ao novo coronavírus”, ressalta Fabiana.

Segundo o prefeito Fernando Pellozo, esse protocolo coloca Senador Canedo em um cenário de vantagem no combate à pandemia, uma vez que a imunização em massa é hoje a medida mais eficiente na luta contra a Covid-19. “Esse processo permite maior agilidade na aquisição da vacina e, de forma mais rápida, vamos proteger nosso povo. Com esse trabalho em conjunto, imunizando cidades inteiras, conseguiremos proteger também o nosso estado de Goiás e o Brasil”, disse o chefe do executivo municipal.

Continua após a publicidade

Compra por entes federativos

A compra de imunizantes por entes federativos está liberada por lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Desde a publicação da lei, o Consórcio de Governadores do Nordeste e municípios como Belo Horizonte e Maricá-RJ já anunciaram a aquisição de doses em acordo com a farmacêutica União Química pela Sputnik V.

A prefeitura de Goiânia teve R$ 55 milhões aprovados pela Câmara Municipal para a compra de doses. A negociação mais adiantada é para compra de imunizantes de Oxford/AstraZeneca.