24 de maio de 2024
RESULTADOS POSITIVOS

Segurança Rural: dados do batalhão apresentou queda de criminalidade em propriedades rurais

Meio rural apresenta desafios no que se refere a segurança da população, despertando atenção especial para o Governo de Goiás
No ano passado, as ações se segurança rural apreenderam 286 armas de fogo e 59kg de drogas. (Foto: PM e PCGO)
No ano passado, as ações se segurança rural apreenderam 286 armas de fogo e 59kg de drogas. (Foto: PM e PCGO)

O Batalhão Rural da Polícia Militar apresentou resultados significativos para a segurança rural em Goiás, com os roubos nas propriedades caindo 28%, passando de 110 em 2022, para 79 em 2023. Além disso, o balanço registrou a queda de 14% em relação aos furtos, saindo de 3.706 em 2022, para 3.202 em 2023.

O meio rural apresenta desafios no que se refere a segurança da população, despertando atenção especial para o Governo de Goiás, que desenvolve ações específicas em Segurança Pública.

No ano passado, as ações se segurança rural apreenderam 286 armas de fogo e 59kg de drogas, além de efetivar 503 prisões em flagrante e 476 foragidos foram recapturados. No total, 375 cabeças de gado foram recuperadas, 11 maquinários agrícolas e 74 veículos foram recapturados, sendo devolvidos aos donos.

O batalhão rural está presente em todos os 246 municípios goianos, com 112 viaturas e um efetivo treinado sob o comando do tenente-coronel Fábio Francisco da Costa. A redução da criminalidade no meio rural também contou com auxílio da Polícia Civil de Goiás. A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais apresentou aumento em inquéritos policiais remetidos com autoria, com aumento de 8,11%.

As operações de segurança rural aumentaram 21,47% e 11,65% nas prisões e os mandados de busca e apreensão cresceram 67,34%.

Aprimoramento

Para manter os bons índices de segurança rural, nos próximos meses o batalhão vai contar com comunicação via satélite sem necessidade de sinal de internet, informação confirmada pelo governador Ronaldo Caiado. Também foi incluído o aplicativo Apporteira, ferramenta desenvolvida pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) juntamente com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás), o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag) e o Sindicatos Rurais.

A expectativa é que a iniciativa leve serviços em geral, deixando a polícia e propriedades rurais mais próximas para o aumento da segurança. Em 2023, 17.094 propriedades rurais foram cadastradas.

Segundo Caiado, haverá ainda a instalação de um centro de comando de operações, que visa dar suporte para as forças de segurança, em destaque ao Batalhão Rural.


Leia mais sobre: / / / / / / Cidades

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.