28 de junho de 2022
Destaque 2 • atualizado em 16/11/2020 às 11:47

Segundo turno em São Paulo será entre PSDB e PSOL

Boulos e Covas vão ao segundo turno em SP. Imagem: montagem.
Boulos e Covas vão ao segundo turno em SP. Imagem: montagem.

O segundo turno das eleições para a prefeitura de São Paulo, em 29 de novembro, será decidido entre o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), e Guilherme Boulos (PSOL). O tucano obteve nesse domingo (15/12) 32,85% (1.747.938 votos válidos) e Boulos, 20,24% (1.077.168 votos válidos).

Na capital paulista o segundo turno era visto como certeza, mas indeciso ao nome que iria concorrer com Bruno Covas. No começo da campanha o candidato Celso Russomano (Republicanos) aparecia à frente de seus adversários, contudo como em outras duas campanhas anteriores ele foi caindo nas pesquisas e acabou terminando e pleito em quarto lugar com 10,5%.

O atual prefeito Bruno Covas foi crescendo nas últimas pesquisas e passou a liderar, atrás três candidatos disputavam a vaga para ir ao segundo turno, além de Boulos, Russomano e o ex-prefeito Márcio França.

Continua após a publicidade

Outra situação inédita na capital de São Paulo foi o recorde em abstenção. 29,9% dos paulistanos aptos a votar não foram às urnas. Não se pode confirmar que a pandemia da covid-19 foi o fator determinante para o alto número de abstenção, dizem analistas.

Bruno Covas tem em sua chapa como vice Ricardo Nunes (MDB). Já seu adversário no segundo turno tem a deputada federal e ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundia (PSOL).

Vejas como foi a apuração dos votos em São Paulo:

Continua após a publicidade

Bruno Covas (PSDB): 32,85%

Guilherme Boulos (PSOL): 20,24%

Márcio França (PSB): 13,65%

Celso Russomano (Republicanos): 10,50%

Arthur do Val (Patriota): 9,78%

Jilmar Tatto (PT): 8,55%

Joice Hasselman (PSL): 1,84%

Andrea Matarrazo (PSD): 1,55%

Marina Helou (Rede): 0,41%

Orlando Silva (PCdoB): 0,23%

Levy Fidelix  (PRTB): 0,22%

Vera Lúcia (PSTU): 0,06%

Antônio Carlos (PCO): 0,01%

Votos em branco: 5,87%

Votos nulos: 10,11%

Abstenções: 29,29%