04 de dezembro de 2023
Esclarecimentos • atualizado em 04/08/2023 às 18:01

Secretaria de Saúde de Goiânia apresentará prestação de contas para Comissão da Câmara

O secretário Municipal de Saúde, Durval Pedroso, estará presente na audiência pública, na próxima segunda-feira, 7, onde será apresentado os dados referentes ao quadrimestre de Janeiro a Abril de 2023.
Vereadora Kátia Maria (PT). (Foto: Wesley Menezes)
Vereadora Kátia Maria (PT). (Foto: Wesley Menezes)

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Goiânia realizará nesta segunda-feira, 7 de agosto, uma audiência pública presidida pela vereadora Kátia (PT). O objetivo da audiência é que a Secretaria Municipal de Saúde apresente a prestação de contas referente ao quadrimestre de Janeiro a Abril de 2023. O evento terá início às 9 horas e será realizado no plenário da Casa Legislativa.

O secretário Durval Pedroso estará presente na audiência para fornecer os dados e informações sobre o período em questão. Essa prestação de contas ocorre em meio a denúncias de crise nas maternidades municipais, que têm sido acompanhadas de perto pela vereadora Kátia. Desde março deste ano, ela tem visitado as unidades e exposto a dívida da Prefeitura com a Fundahc, além das condições precárias de trabalho e a falta de insumos nas maternidades.

Leia Também

No passado, a Prefeitura chegou a anunciar que faria a troca da gestão das maternidades, porém, posteriormente, recuou dessa decisão. No final de julho, anunciou a “transferência imediata” de R$ 10 milhões restantes de parcela em aberto para a Fundação de Apoio ao Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (Fundach/UFG), responsável pelas unidades.

Na última audiência de prestação de contas da Saúde, realizada em abril deste ano, a vereadora Kátia criticou os baixos investimentos da Prefeitura na área da saúde. Segundo a parlamentar, Goiânia foi a capital brasileira que menos investiu em ações e serviços públicos de saúde, aplicando apenas 16,14% da receita com impostos, 1,14% acima do mínimo exigido pela Constituição Federal.

Kátia Maria destacou que cerca de 79 ações não foram cumpridas, de um total de 133 previstas pela Secretaria ao longo do ano de 2022. Ela ressaltou que o ano passado não foi favorável para a saúde municipal, com quase 60% das metas não atingidas. A vereadora espera que esta audiência pública sirva como uma oportunidade para corrigir os rumos da saúde em Goiânia e que as informações apresentadas possam contribuir para melhorias na gestão da Secretaria.

A presença do secretário Durval Pedroso é de extrema importância para fornecer transparência e esclarecimentos sobre as ações e investimentos realizados nos primeiros quatro meses de 2023. A expectativa é que os dados apresentados e as discussões realizadas na audiência possam contribuir para aprimorar o atendimento e os serviços de saúde na cidade.


Leia mais sobre: / / / / Notícias do Estado