26 de maio de 2024
CHAMAMENTO • atualizado em 13/02/2022 às 08:54

Secretaria de Economia convoca aprovados no concurso para auditor fiscal

Os aprovados têm prazo de 60 dias a contar da data da nomeação para tomar posse. A posse coletiva deve ocorrer em evento no Palácio Pedro Ludovico.
Sede da Secretaria da Economia do governo de Goiás (foto divulgação)
Sede da Secretaria da Economia do governo de Goiás (foto divulgação)

A Secretaria de Economia convocou nesta sexta-feira (11) 28 aprovados no concurso para auditor fiscal da Receita Estadual. Os cargos são Classe A, Padrão da pasta. A convocação foi publicada em Diário Oficial.

Outras duas portarias publicadas pela Secretaria da Economia relacionam 15 aprovados que pediram reclassificação para o final da lista e uma candidata aprovada que desistiu da posse. O concurso público foi realizado em junho de 2018. As nomeações serão publicadas no DOE até o dia 18 de março.

Os aprovados têm prazo de 60 dias a contar da data da nomeação para tomar posse. A posse coletiva deve ocorrer em evento no Palácio Pedro Ludovico.

Após entrar em efetivo exercício, e antes de assumir a lotação inicial, os novos servidores serão submetidos a um estágio de orientação e treinamento funcional, com duração de 30 dias, na sede da secretaria. O estágio está previsto para começar no dia 21 de março. Em seguida, ocorrerá a lotação, organizada segundo critérios objetivos de atendimento do interesse público e das necessidades da administração pública.

A secretária de Estado da Economia, Cristiane Schmidt, ressaltou que “a posse é extremamente importante, pois o fisco estadual desempenha papel fundamental e relevante para o estado de Goiás no aumento da arrecadação, para manter e atender às demandas sociais”. Schmidt lembrou ainda, que mesmo em vigor, o RFF (Regime de Recuperação Fiscal), não impede as nomeações de servidores efetivos.

O Subsecretário da Receita, auditor fiscal Aubirlan Borges Vitoi, comemorou a nomeação dos servidores. “A entrada destes novos auditores ocorre em um momento importante, em que temos o desafio de aumentar a receita para o equilíbrio das contas públicas, e de melhorar o atendimento à população, tendo em vista, o aumento da demanda nestes últimos dois anos”.


Leia mais sobre: / / Concursos / Economia