26 de maio de 2022
Brasil

Se eleito, Lula pretende chamar todos os governadores para discutir projetos

Lula em entrevista ao El País (Foto: Reprodução)
Lula em entrevista ao El País (Foto: Reprodução)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue rodando pelo país em entrevistas começando a apresentar sua plataforma de promessas. À rádio Liberal FM, de Belem do Pará, nesta sexta-feira (28/01), ele disse que, se eleito, vai conversar com todos os governadores em mandato, para discutir o futuro do país e os respectivos projetos, independente da coloração partidária.

“Tem que fazer de baixo para cima, não de cima para baixo. Se eu voltar a ser presidente, vou chamar os 27 governadores, não importa de que partido seja, para construirmos as coisas, resolvermos as coisas juntos”, disse o ex-presidente ressaltando que fará um mandato  .

Lula também afirmou que pretende estabelecer uma nova relação com os veículos de imprensa, conversando com jornalistas de maneira regionalizada a cada dois meses. “Ou seja, não deixar as pessoas com ansiedade de fazer perguntas ou ficar nas fofocas publicadas por alguns colunistas”, declarou.

Continua após a publicidade

O ex-presidente também sugeriu um novo formato para os debates no pleito com menos edições. Na avaliação do petista, o atual modelo, com debates individualizados por emissora, veículo impresso, rádio e agora, com as redes sociais, inviabilizam a agenda dos candidatos. 

“Eu acho que tem que ter um pool de TVs para fazer dois ou três debates, porque não dá para atender cada TV, rádio, rede social, se não a gente se tranca no estúdio. Os debates são importantes para que a sociedade possa fazer a avaliação de que tipo de candidato ela deseja”, sugeriu.

Leia mais sobre:
Brasil