15 de agosto de 2022
Esportes

São Paulo é superado pelo Flamengo e amarga sexto tropeço seguido no Brasileirão

Lázaro - Flamengo (Foto - Gilvan de Souza)
Lázaro - Flamengo (Foto - Gilvan de Souza)
Por Ricardo Magatti

O São Paulo vai, mesmo, ter de apostar nas Copas, já que não consegue reagir no Brasileirão. Com uma escalação mista, o time tricolor amargou o sexto jogo seguido sem vitória no torneio nacional ao ser derrotado por 2 a 0 pelo Flamengo na noite deste sábado. No Morumbi, o jovem Lázaro e Gabigol foram às redes e garantiram o quinto triunfo consecutivo do time carioca, que atuou com reservas.

Foi uma estratégia acertada de Dorival Junior, pois rodou o elenco, dando minutos para os suplentes e descansando os titulares para o duelo decisivo da próxima terça, pelas quartas de final da Libertadores, contra o Corinthians. O São Paulo pensa na Sul-Americana. Na quarta, decide com o Ceará fora de casa uma vaga às semifinais. As Copas são a prioridade do Tricolor, que derrapa no Brasileirão, com apresentações e resultados ruins.

Enquanto o São Paulo se distancia dos líderes no Nacional, o Flamengo faz o movimento contrário. Com mais uma vitória, foi aos 36 pontos e passou a estar a seis do líder Palmeiras. O Tricolor estagnou nos 26 e está mais perto da zona de rebaixamento do que dos primeiros colocados.

Continua após a publicidade

O Flamengo abriu o placar no Morumbi no primeiro lance de perigo e ficou confortável na partida. Aos seis minutos, Ayrton Lucas encontrou Victor Hugo na área. O jovem desviou e a bola sobrou para Lázaro cabecear para as redes. O Tricolor, mesmo com alguns titulares, pouco fez diante dos reservas do rival carioca.

Reinaldo tentou em chute travado. Marcos Guilherme levou perigo de cabeça e Galoppo arriscou de fora da área. Foi isso o que produziram os anfitriões na primeira parte do jogo. Mais perigoso, o Flamengo quase ampliou com Everton Cebolinha e Marinho. Não o fez porque ambos pararam em Felipe Alves.

O segundo tempo foi muito melhor tecnicamente do que o primeiro. Mas a sorte do São Paulo, embora tenha melhorado sua produção ofensiva, continuou a mesma. Calleri lançou mão de Calleri, mas nem o artilheiro argentino foi capaz de ajudar o Tricolor diante do Flamengo, que controlou parte da etapa final, quando alguns titulares, como Arrascaeta e Everton Ribeiro, entraram.

Continua após a publicidade

Os anfitriões lutaram muito e tentaram de diferentes maneiras buscar o empate. Símbolo dessa luta foi Marcos Guilherme, que jogou no sacrifício, com cãibras, os minutos finais. O empate, porém, não veio.

Os anfitriões lutaram muito e tentaram de diferentes maneiras buscar o empate. Símbolo dessa luta foi o atacante Marcos Guilherme, que jogou no sacrifício, com cãibras, os minutos finais. O empate, porém, não veio. Para piorar, o Flamengo conseguiu ampliar.

Nos acréscimos, quando o São Paulo se lançou todo ao ataque, Gabriel selou o triunfo. Ele avançou com liberdade e bateu cruzado para definir a vitória no Morumbi. Dorival Junior comemora mais um resultado positivo e viu Rogério Ceni sair frustrado do Morumbi.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 2 FLAMENGO

SÃO PAULO – Felipe Alves; Rafinha, Miranda (Diego), Léo e Reinaldo (Wellington); Pablo Maia, Igor Gomes (Rodriguinho), Galoppo; Nikão (Igor Vinícius), Patrick (Calleri) e Marcos Guilherme. Técnico: Rogério Ceni.

FLAMENGO: Santos; Matheuzinho, Fabrício Bruno, Pablo e Ayrton Lucas; Diego (João Gomes), Vidal (Thiago Maia) e Victor Hugo (Everton Ribeiro); Marinho (Gabriel), Lázaro e Everton Cebolinha (Arrascaeta). Técnico: Dorival Júnior.

GOLS – Lázaro, aos 5 minutos do primeiro tempo; Gabriel, aos 49 do segundo tempo.

ÁRBITRO – Ramon Abatti Abel (SC).

CARTÕES AMARELOS – Hugo Souza, Pablo Maia, Diego e Galoppo.

RENDA – R$ 2.723.851,00

PÚBLICO – 45.217

LOCAL – Morumbi.

(Conteúdo Estadão)