28 de junho de 2022
Diário de Goiás

“Saneago não será privatizada”, promete Caiado

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, reafirmou nesta sexta-feira, 1º, durante evento de entrega de 22 veículos ao Programa de Segurança de Trabalho da Companhia, que não irá privatizar a Saneago. As ações do Governo de Goiás em relação à empresa se referem à capitalização, para que a Saneago possa atender toda a demanda existente em Goiás, que ainda é deficitária.

O governador afirmou que o controle acionário da empresa será mantido pelo Estado, mesmo que haja a possibilidade de venda de ações. “A Saneago continuará tendo o comando, com a preservação de 51% de suas ações. Buscamos dar musculatura à Companhia para poder não ceder espaço a outras empresas privadas, que querem apenas atuar nas grandes cidades, deixando de lado mais de 100 municípios em Goiás que não têm atendimento de água de qualidade”, ressaltou.

O presidente da Companhia, Ricardo Soavinski, pontuou que o Programa de Segurança de Trabalho já é desenvolvido na empresa ao longo de 2019, após a realização de levantamento que identificou carência nessa área.

Continua após a publicidade

“As consequências de não se investir na segurança do trabalhador trazem muito mais perdas, pois além dos aspectos objetivos, temos um aspecto de suma importância: a responsabilidade social, o bem-estar e um ponto que fundamental, que é a vida do trabalhador”.

Dentro do novo Programa de Segurança de Trabalho na Saneago, a ação garantirá a segurança dos funcionários e também o cumprimento de normativas trabalhistas. Os veículos serão utilizados pelos profissionais que irão atuar na realização de inspeções, orientação, treinamentos e acompanhamento de obras e manutenções para prevenir acidentes de trabalho nas unidades da Companhia.

Também participaram do evento de lançamento do programa o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Lissauer Vieira; a secretária de Economia, Cristiane Schmidt; O presidente da Agência de Regulação de Goiânia, Paulo César; a representante da Superintendência Regional do Trabalho em Goiás, Roberta Roncato; o prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale; vereadores de Goiânia, além de diretores e servidores da Saneago.

Continua após a publicidade