16 de julho de 2024
Mobilidade

Sandro Mabel propõe liberação do tráfego de motos nas linhas exclusivas de ônibus, em Goiânia

Especialista em trânsito frisa, entretanto, tratar-se de uma proposta ineficiente
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O empresário e pré-candidato à Prefeitura de Goiânia, Sandro Mabel (UB), afirmou, em entrevista à Rádio Sucesso, nesta quarta-feira (12), que uma de suas propostas de governo é permitir que os motociclistas utilizem as faixas exclusivas para ônibus, na capital. 

De acordo com Mabel, isso tornaria o trânsito mais ágil, com um aumento em torno de 10% no fluxo da capital, impediria os gargalos, e ainda proporcionaria mais segurança aos motociclistas.

Análise

As faixas exclusivas e preferenciais para os ônibus têm como objetivo garantir um transporte coletivo mais rápido na capital. De acordo com Ronny Aliaga Medrano, especialista em planejamento de transporte e ciência dos dados aplicados a transporte, doutor em transporte e professor da Universidade Federal de Goiás (UFG), trata-se de uma proposta ineficiente, visto que, caso implantada, a via exclusiva para ônibus perderia o sentido.

“O propósito da faixa exclusiva é permitir que o transporte coletivo possa circular com maior velocidade, priorizando o deslocamento de mais pessoas”, disse. “Legalmente, teria que deixar de ser faixa exclusiva e liberar para todos os veículos. Muito diferente do que foi realizado em São Paulo, onde fizeram uma faixa exclusiva para moto nas vias marginais de maior velocidade para evitar que as motos fossem costurando os veículos, resultando em acidentes”, salientou o especialista.

A reportagem solicitou análise por parte da Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) de Goiânia, a respeito da proposta, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria. O espaço está aberto para eventuais manifestações.


Leia mais sobre: / / / Política