18 de abril de 2024
Garantido • atualizado em 21/01/2024 às 18:38

Sancionada Lei que beneficia músicos da Orquestra Sinfônica de Goiânia com R$ 1,8 mil

O valor mensal instituído pela lei é destinado à manutenção de instrumentos e demais despesas que os músicos têm com as apresentações
Os profissionais estavam sem reajuste salarial desde 2011. Foto: Reprodução
Os profissionais estavam sem reajuste salarial desde 2011. Foto: Reprodução

A Lei que beneficia os músicos da Orquestra Sinfônica de Goiânia, com a ajuda de custo mensal no valor de R$ 1,8 mil será sancionada nesta segunda-feira (22). Além disso, a nova legislação vai garantir a data-base da categoria, com reajuste salarial de 4,18%.

O benefício tem o objetivo de custerar a manutenção de instrumentos e demais despesas que os músicos têm durante o ano com as apresentações dos músicos. A ajuda de custo tem caráter indenizatório e não será incorporada ao salário.

Conforme a nova lei, o pagamento do benefício será realizado em parcela fixa mensal aos ocupantes dos cargos mencionados na Lei Complementar de número 212 de 2011, em efetivo exercício das atividades do cargo. A lei foi aprovada pelo Plenário da Câmara Municipal de Goiânia em sessão extraordinária no dia 05 de janeiro.

Com 75 músicos e 40 cantores, os profissionais da Orquestra Sinfônica estão sem reajuste salarial desde 2011 e classificaram o cenário em que se encontram como “a maior crise institucional desde sua criação”, em 1993. Atualmente os músicos recebem cerca de R$ 2.200, enquanto os cantores ganham em torno de R$ 1.600. 


Leia mais sobre: / / / Cidades

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.