23 de julho de 2024
Notícias do Estado

SAMU de Goiânia visa reduzir tempo de atendimento com novas viaturas

Goiânia recebeu dez novas ambulâncias. Foto: Samuel Straioto
Goiânia recebeu dez novas ambulâncias. Foto: Samuel Straioto

Foram entregues nesta terça-feira (15), dez novas viaturas para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Com os novos veículos, a frota disponível para atender ocorrências na cidade subiu para 23. A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde, é que o tempo de atendimento na cidade de Goiânia seja reduzido.

Para cada 400 mil habitantes, o Ministério da Saúde orienta que haja pelo menos uma ambulância de atendimento avançado. Já para suporte básico, pelo menos uma ambulância a cada 100 mil habitantes.

“Nós temos por portarias ministeriais a obrigação de ter 23 viaturas e já temos. São 13 viaturas de suporte básico rodando, quatro de suporte avançado rodando, cinco de suporte básico de reserva e uma de suporte avançado de reserva. Temos 17 viaturas rodando e seis de reserva no total”, explicou o coordenador geral do SAMU, André Braga.

O coordenador detalhou que todas as viaturas são guiadas por georreferenciamento. Tanto as novas, quanto as que já estão rodando por Goiânia. Ele afirma que há avaliações semanais e foi identificado que houve uma redução no tempo de atendimento pré-hospitalar.

“Quando há uma ocorrência nós acionamos a viatura mais próxima para que ela possa fazer o atendimento de forma mais ágil e rápida. Semanalmente alimentamos o sistema com informações e partir das avaliações identificamos que conseguimos reduzir o atendimento pré-hospitalar em até 20 minutos”, destacou.

A secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, relatou a reportagem do Diário de Goiás que há condições de distribuir as ambulâncias nas regiões estratégicas da cidade. “Quanto mais rápido chegar, mais condições de salvar vidas”, ressaltou.

Já o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), afirmou que aos poucos a administração municipal tenta melhorar a prestação de serviço de Saúde na capital.

“É uma demonstração viva que a cada dia vamos melhorando o atendimento na área da Saúde em Goiânia. Agora contamos com 23 ambulâncias. Com a participação do governo federal, nós vamos nos estruturando”, argumentou o prefeito.


Leia mais sobre: / / / Notícias do Estado