22 de maio de 2024
CURIOSIDADE

Saiba qual é o presidente da América Latina que recebe o maior salário

Segundo especialistas, é necessário que alguns fatores sejam levados em consideração para definir o salário de um presidente
A plataforma de notícias Bloomberg Línea informa que a Costa Rica tem o salário mínimo mais alto da América Latina. (Foto: Presidencia Uruguay)
A plataforma de notícias Bloomberg Línea informa que a Costa Rica tem o salário mínimo mais alto da América Latina. (Foto: Presidencia Uruguay)

O presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece em 8º lugar no ranking de salários dos presidentes da América Latina, estando muito atrás dos presidentes do Uruguai, Luis Alberto Lacalle Pou, e da Guatemala, Bernardo Arévalo. Segundo o professor da Universidade da República (UdelaR), Javier Rodríguez Weber, do Uruguai, para entender a grande diferença entre os salários é preciso comparar o salário do presidente com o salário mínimo do país.

“Esse é um indicador interessante, pois é possível observar o nível de preços, as diferenças de renda e definir onde os presidentes realmente ganham mais ou menos”, explica.

A plataforma de notícias Bloomberg Línea informa que a Costa Rica tem o salário mínimo mais alto da América Latina, de US$ 710. Em seguida vem o Uruguai (US$ 580), Chile (US$ 520), México (US$ 445), Guatemala (US$ 420), Bolívia (US$ 342), Colômbia (US$ 335), Honduras (US$ 329), Panamá (US$ 326), Brasil (US$ 283) e Argentina (US$ 182).

Portanto, o indicador do professor, verifica-se que na Guatemala o presidente ganha quase 46 vezes o salário mínimo mensal do país, enquanto o presidente uruguaio ganha 40 vezes mais que a renda mínima do Uruguai. Já o presidente da Colômbia recebe o equivalente a 30 vezes o salário mínimo do país e na Argentina, Javier Milei tem o salário 26 vezes maior que o mínimo argentino.

O presidente Lula, assim como o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, recebem uma remuneração mensal quase proporcional a 22 vezes o salário mínimo dos países.

Confira o ranking

Ranking de salários dos presidentes da América Latina. (Créditos: Maria Paula/Diário de Goiás)

Diferenças salariais

O professor Rodríguez Weber explica que é preciso ainda analisar as diferenças salariais entre os presidentes da América Latina a partir de indicadores macroeconômicos. Exemplificando, o professor afirmou que o Uruguai é um país mais caro que a Bolívia.

“O Uruguai é um país mais caro do que a Bolívia, por exemplo. Quando são feitas comparações internacionais, falamos de dinheiro em paridade de poder de compra, ou seja, não comparamos dólares, porque com 100 dólares na Bolívia eu compro muito mais do que com 100 dólares no Uruguai”, afirma.

Uma outra pontuação feita pelo economista e pesquisador do Centro de Estudos Latino-Americanos da Universidade Americana em Washington, Ricardo Torres Pérez, a diferença salarial se deve ainda ao tamanho da economia e do PIB per capita.

“Os países com PIB per capita mais alto têm níveis salariais melhores porque é assim que o mercado de trabalho funciona em geral, embora haja obviamente diferenças que têm a ver com questões como a estrutura jurídica ou institucional, as leis de cada país, entre outros fatores”, diz.


Leia mais sobre: / / / / Economia / Política

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.